▸ Agenda Cultural ▸ Artigos ▸ Carnaval ▸ Celebridades ▸ Cotidiano ▸ Cultura ▸ Destaques ▸ Economia ▸ Educação ▸ Entretenimento ▸ Esporte ▸ Eventos Sociais ▸ Festival Folclórico de Parintins ▸ Internacional ▸ Justiça ▸ Lazer ▸ Meio Ambiente ▸ Nutrição ▸ Polícia ▸ Política ▸ Religião ▸ Saúde ▸ Tecnologia ▸ TRANSPORTES ▸ Turismo

Flagrantes da Política
Compartilhar Imprimir

12/04/2018 | 07:26 | Por: Portal Flagrante

Amazonino não sabe mais governar

Manaus está estarrecida com tanta notícia ruim nesses seis meses de governo. O governador eleito Amazonino Mendes, prece ter esquecido tudo que aprendeu nas últimas quatro décadas e não sabe mais governar o estado que lhe deu a oportunidade de passar para a história política. 

 

Sucessão de erros

 

Talvez pela idade, debilidade da saúde ou por conta da péssima assessoria que lhe cerca, o govenador tem falado muita besteira, tomado decisões equivocadas e brigado com os amigos que o ajudaram a conseguir o inédito quarto mandato como governador.
 
Briga com aliados
 
Brigou com Omar Aziz (PSD) e Arthur Neto (PSDB), os dois pilares que o ajudaram na eleição do ano passado. Jogou o vice-governador Bosco Saraiva aos leões, ao lhe indicar para a Secretaria de Segurança Pública e por último provocou a ira do deputado federal Silas Câmara, que se afastou para cuidar do próprio futuro político.
 
Demora para resolver conflitos
 
Aquele governador que ia para as ruas, entrava na casa das pessoas humildes na periferia não existe mais. Cansado, doente e idoso, ele deixou de ser visto com frequência nem mesmo nos municípios. Mal assessorado, demorou muito a evitar greves e conflitos com categorias importantes para a reeleição, se tiver coragem de encarar. Os professores, policiais militares e civis, agentes penitenciários e a turma da saúde querem vê-lo bem longe da sede do governo no próximo ano.
 
Administração desastrosa e capenga
 
O governador parece perdido e não consegue ‘arrumar’ nem a casa dele. Triste história de um politico que já deveria estar aposentado.  Como se não bastasse, depois de relutar em conceder aumento  salarial aos professores e outras categorias de trabalhadores do estado, surpreendeu negativamente, com o anúncio do aumento para os secretário que ganhavam R$ 13 mil e agora passarão a ganhar R$ 27 mil. 
 
 
Leia Também

© Copyright 2016 Portal Flagrante. Todos os direitos reservados.