▸ Agenda Cultural ▸ Artigos ▸ Carnaval ▸ Celebridades ▸ Cotidiano ▸ Cultura ▸ Destaques ▸ Economia ▸ Educação ▸ Entretenimento ▸ Esporte ▸ Eventos Sociais ▸ Festival Folclórico de Parintins ▸ Internacional ▸ Justiça ▸ Lazer ▸ Meio Ambiente ▸ Nutrição ▸ Odontologia ▸ Polícia ▸ Política ▸ Religião ▸ Saúde ▸ Tecnologia ▸ TRANSPORTES ▸ Turismo

Notícias
Compartilhar Imprimir

Meio Ambiente | ECOMOMIA FLORESTAL | 20/08/2019 | 08:51 | Por: Portal Flagrante

Amazonas defende alternativas para economia florestal na Semana do Clima, na Bahia

 

O Amazonas está participando, a partir desta segunda-feira (19/08), da Semana do Clima da América Latina e Caribe, realizada pela Organização das Nações Unidas (ONU) em Salvador (BA). A agenda reúne, durante cinco dias, representantes de 26 países para discutir as mudanças climáticas. O encontro trará resultados para a Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas (COP-25), que ocorrerá em dezembro, no Chile.

Representando o Amazonas, a Secretaria de Estado do Meio Ambiente (Sema) participou do evento “Perspectivas da Ação Climática em Jurisdições de Floresta Tropical”, promovida pela Força-Tarefa dos Governadores para o Clima e Floresta (GCF Task Force), em mesa sobre  perspectivas e demandas de financiamento das jurisdições.

No evento, o secretário estadual de Meio Ambiente, Eduardo Taveira, defendeu as alternativas para uma nova economia florestal, com foco na redução das desigualdades sociais e econômicas da Amazônia. “Somaremos esforços para a construção de um plano de ações para diminuir os efeitos das mudanças climáticas. Para isso, acreditamos que é necessário um esforço dos governos e investidores em superar os projetos-pilotos de curto prazo para a região em busca de um modelo a longo prazo e com muito mais investimento do que se tem feito até hoje”, ressaltou.

Semana do Clima da ONU - Acontecendo em todos os continentes, as Semanas do Clima têm como principal objetivo impulsionar as respostas dos países às mudanças climáticas, problema em nível global que, de acordo com os cientistas do IPCC (Painel da ONU sobre Mudanças Climáticas), tende a se intensificar neste século, o que pode acarretar consequências como as migrações forçadas, escassez de recursos naturais, aumento das inundações e secas, e insegurança alimentar.

Os resultados das discussões serão discutidos na Cúpula da Ação Climática da ONU, que ocorrerá em Nova Iorque e na Conferência do Clima da ONU (COP-25), em dezembro, no Chile. As duas reuniões têm como objetivo a implementação do Acordo de Paris - pacto plurinacional para combater as mudanças climáticas.

Deixe seu Comentário

Nome:

Email:

Seu email não será publicado
Mensagem:
Leia Também

© Copyright 2016 Portal Flagrante. Todos os direitos reservados.