▸ Agenda Cultural ▸ Artigos ▸ Carnaval ▸ Celebridades ▸ Cotidiano ▸ Cultura ▸ Destaques ▸ Economia ▸ Educação ▸ Entretenimento ▸ Esporte ▸ Eventos Sociais ▸ Festival Folclórico de Parintins ▸ Internacional ▸ Justiça ▸ Lazer ▸ Meio Ambiente ▸ Nutrição ▸ Odontologia ▸ Polícia ▸ Política ▸ Religião ▸ Saúde ▸ Tecnologia ▸ TRANSPORTES ▸ Turismo

Notícias
Compartilhar Imprimir

Artigos | FOSSA DE MANAUS | 15/06/2019 | 14:09 | Por: Portal Flagrante

Entre fogo e m..., o Educandos agoniza

 
Segundo o jornalista, escritor e memorialista Claudio Amazonas o bairro do Educandos, o mais antigo de Manaus foi vaticinado por Sileno (em grego antigo: Σειληνός, transl. Seilēnós; em latim: Silenus) era, na mitologia grega (e posteriormente na mitologia romana), um dos seguidores de Dioniso, seu professor e companheiro fiel.
 
 Notório consumidor de vinho, era representado como estando quase sempre bêbado e tendo de ser amparado por sátiros ou carregado por um burro. Sileno era descrito como o mais velho, o mais sábio e o mais beberrão dos seguidores de Dionisio, e era descrito como tutor do jovem deus nos hinos órficos. 
 
Num desses porres costumeiros, Sileno deu com os costados no Alto da Bela Vista onde a paisagem com elevações, cachoeiras e uma praia de areias brancas cativou seus olhos cansados e ressacados. 
 
Seu burro fiel transportador, foi atacado e devorado por feras antediluviana só deixando a cabeça que foi enterrada na parte mais elevada (Bar do Pestana) e esconjurada para toda a eternidade.
 
O vaticínio tem dado certo ao longo dos anos, pois o bairro com o passar dos anos foi perdendo seus logradouros públicos, onde os moradores tinham uma convivência comum.  Como a antiga praça onde funciona o Colégio Estelita Tapajós e os campinhos de futebol do Botafogo, Brasil Juta, Labor, Guanabara, campo do cavaco e a praça Tavares Bastos.  
 
Feito verdugo de Sileno a Manaus Ambiental mostra a firme intenção de executar com perfeição a maldição, construindo na Rua Boulevard Sá Peixoto, um imenso Reservatório de Merda que será a pá de cal que falta. 
 
É preciso repensar a tal obra, o local densamente povoado é inadequado para esse projeto que a Secretaria de Estado de Desenvolvimento da Região Metropolitana de Manaus (nome pomposo não) em parceria com a Construtora ETAM do Empresário Eladio Messias Cameli.
 
Certamente a população não cruzará os braços diante desse desmando, existe alternativa? Claro que sim, é só emendar e alongar a tubulação existente, leva-la para o outro lado do Rio Negro e lá construir uma Usina Biogestora para transformar em gás a merda coletada, garanto que não faltará matéria prima, e assim selar com um aperto de mão essa cana de braço entre a população e governo.
 
No local o projetista, artista plástico e escritor Erasmo Amazonas oferece Plantas com Projeto para criação de um Centro de Convivência com o sugestivo nome AMBIENTE DE RESPIRAÇÃO.
 
Agora só falta bom senso.
 
 
Marco Gomes
Escritor e poeta









 
Deixe seu Comentário

Nome:

Email:

Seu email não será publicado
Mensagem:
Leia Também

© Copyright 2016 Portal Flagrante. Todos os direitos reservados.