▸ Agenda Cultural ▸ Artigos ▸ Celebridades ▸ Cotidiano ▸ Cultura ▸ Destaques ▸ Economia ▸ Educação ▸ Entretenimento ▸ Esporte ▸ Eventos Sociais ▸ Festival Folclórico de Parintins ▸ Internacional ▸ Justiça ▸ Lazer ▸ Meio Ambiente ▸ Nutrição ▸ Polícia ▸ Política ▸ Religião ▸ Saúde ▸ Tecnologia ▸ TRANSPORTES ▸ Turismo

Notícias
Compartilhar Imprimir

Cotidiano | COMPETIÇÃO MUSICAL | 11/09/2017 | 17:30 | Por: Portal Flagrante

Festival de Bandas e Fanfarras distribui prêmios e troféus às agremiações ganhadoras

(Foto: Divulgação / Semmas)

O Festival Amazonas de Bandas e Fanfarras, realizado neste fim de semana, no Parque Municipal Ponte dos Bilhares, zona Centro-Sul, distribuiu prêmios em dinheiro e troféus para as corporações musicais que mais se destacaram nos dois dias de competição, sábado, 9, e domingo, 10, marcando o retorno das tradicionais disputas envolvendo os grupos representantes de escolas das redes municipal e estadual de ensino. O festival entra para o calendário de eventos do parque, encerrando oficialmente as atividades comemorativas à Semana da Pátria em Manaus.
 
A iniciativa é da Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semmas), com apoio da Cooperativa de Instrutores de Fanfarras e Bandas do Amazonas e Federação Amazonense de Bandas e Fanfarras. O secretário municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade, Antonio Nelson de Oliveira Júnior, ressaltou que o festival é um resgate histórico que o prefeito Arthur Virgílio Neto realizou, de um evento que há 10 anos não acontecia na cidade.
 
“Nossa expectativa é a de que a cada ano os grupos participem com mais aprimoramento técnico e a animação das torcidas”, destacou Antonio Nelson.
 
Nesta primeira edição, o festival teve como madrinhas a vereadora Terezinha Ruiz e a ex-secretária de Estado de Assistência Social Marize Mendes, ambas apoiadoras dos movimentos de bandas e fanfarras na cidade, com relevantes ações realizadas em prol da formação de jovens músicos na cidade de Manaus. “Esse festival estava precisando acontecer, novamente, porque é um resgate para os jovens trabalharem com música, uma oportunidade que tira muita gente da ociosidade, aprendendo o lúdico de forma prazerosa, com disciplina, e dando uma alternativa de futuro. Estou muito feliz de ver que a tradição se mantém viva”, afirmou Marize Mendes.
 
A professora Terezinha Ruiz destacou a preocupação da Prefeitura de Manaus em oferecer oportunidades de aprendizado para crianças e adolescentes. "O festival permite que os pais tenham contato com esse trabalho desenvolvido nas escolas e possam estimular os filhos que tenham talentos musicais a integrarem os grupos e dar continuidade aos mesmos", salientou Ruiz.
 
Categorias
 
A disputa entre os grupos levou em conta a avaliação das seguintes categorias: Baliza, Linha de Frente, Corpo Coreográfico, Comandante Mor de Comando, Regente e Comandante Oficial. Um júri especializado foi responsável pelas notas atribuídas a cada item.
 
Participaram como jurados o maestro e compositor Marcelo Vieira, diretor e maestro titular da Banda Sinfônica do Amazonas; o  maestro da Banda de Música do Centro de Convivência da Família Padre Vignola, Oromides Rezende de Souza Júnior; o integrante da Amazonas Jazz Band e professor do Liceu de Artes e Ofícios Cláudio Santoro, Odirley Muzambite; o sargento músico da Banda da Polícia Militar do Amazonas, Luiz Carlos Rodrigues Costa; e o músico Carlos Alexandre de Oliveira, da Banda Sinfônica do Amazonas.
 
Nas categorias Baliza, Linha de Frente e no aspecto apresentação (que leva em conta a marcha, garbo, cobertura, uniformidade e alinhamento do grupo), atuaram no júri a finalista do curso de Dança da Universidade do Estado do Amazonas (UEA), Tammy Kelly; o capitão mor da Banda Marcial Petrônio Portela, Igor Azevedo Lima; o cabo da Polícia Militar do Amazonas, Márcio Mendes; e o comandante da Elite de Clube de Desbravadores Getsemani da Igreja Adventista do Sétimo Dia, Villy Ferreira.
 
Para o presidente da Cooperativa dos Instrutores de Bandas e Fanfarras do Amazonas, Rodrigo Nunes de Souza, a retomada dos festivais é importante à medida que estimula a iniciação de muitos jovens na música. “É a partir desses grupos, que muitos jovens vão para o Liceu Cláudio Santoro, ingressam nas Forças Armadas, Polícia Militar e se tornam músicos de grandes orquestras dentro e fora do Estado, sempre na expectativa de um futuro melhor”, explicou Rodrigo, parabenizando a Prefeitura de Manaus pela iniciativa de realização do festival, no Parque Ponte dos Bilhares.
 
Prestígio
 
O festival aconteceu em dois dias, com prêmios individuais e para os grupos enquanto corporação musical, distribuídos no sábado, 9, e domingo, 10. O evento reuniu, nos dois dias, aproximadamente, 3 mil pessoas, entre visitantes e participantes dos grupos musicais e suas torcidas.
 
No sábado, as premiações individuais foram para Eleonora Maia, da Fanfarra da escola estadual Roberto dos Santos Vieira. Na categoria Comandante Oficial, o ganhador foi Rafael Minhos, também da Fanfarra Roberto dos Santos Vieira.
 
O prêmio na categoria Linha de Frente foi concedido à Estefane Silva, Brenda Oliveira e Carlos Almeida, da fanfarra da escola estadual Professor Nelson Alves Ferreira. Nas categorias Corpo Coreográfico e Regente, foram vencedores, respectivamente, Tânia Lima e Erick Mendes, ambos da fanfarra Nelson Alves Ferreira.
 
Na categoria Corporação Musical Fanfarra, a escola estadual Professor Nelson Alves Ferreira ficou com o primeiro lugar, seguida das escolas estaduais Erneston Pinho e Sebastião Augusto, como segundo e terceiro colocados, respectivamente.
 
Já no domingo, o primeiro lugar ficou para a Banda Marcial Vila da Barra, da Escola Municipal Eliana Lúcia, regida por Wilson Costa. A categoria Comandante-mor ficou para Bruno Sarrazin, e a categoria Linha de Frente, para Alejandro Delavega.
 
A Banda Marcial Falcão de Azevedo, do 3º Colégio Militar da Policia Militar (3º CMPM) ficou em segundo lugar. A banda marcial também obteve o primeiro lugar, para o Corpo Coreográfico, coordenado pela aluna Maxsuelen Torres; o primeiro lugar em regência, conquistado por Weslley Martins e o primeiro lugar na categoria Baliza, conquistado pela aluna Rayhanne Araújo. 
 
Em terceiro lugar, a Banda Marcial Dom Milton, também conquistou o primeiro lugar, na categoria Comandante Oficial de Linha de Frente, com o aluno Bryan Guedes.
 
O presidente da Federação Amazonense de Bandas e Fanfarras do Amazonas, Marcelo Maia, lembrou que o festival é também um preparatório ao Campeonato Estadual de Bandas e Fanfarras, que acontecerá no final de novembro. "Queremos agradecer a Prefeitura de Manaus e a Semmas a oportunidade e o apoio ao nosso trabalho, e queremos que haja todos os anos", afirmou.
 
O festival também contou com o apoio da 22ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom) e do Centro Educacional Sandra Cavalcante, que fez a doação dos troféus. 
 
Deixe seu Comentário

Nome:

Email:

Seu email não será publicado
Mensagem:
Leia Também

© Copyright 2016 Portal Flagrante. Todos os direitos reservados.