▸ Agenda Cultural ▸ Artigos ▸ Cotidiano ▸ Cultura ▸ Destaques ▸ Economia ▸ Educação ▸ Entretenimento ▸ Esporte ▸ Eventos Sociais ▸ Festival Folclórico de Parintins ▸ Internacional ▸ Justiça ▸ Lazer ▸ Meio Ambiente ▸ Nutrição ▸ Polícia ▸ Política ▸ Religião ▸ Saúde ▸ Tecnologia ▸ TRANSPORTES

Notícias
Compartilhar Imprimir

Política | INDEPENDÊNCIA ECONÔMICA | 11/08/2017 | 13:55 | Por: Portal Flagrante

Plinio Valério e outros vereadores apostam nas potencialidades regionais

 Vereadores na Câmara Municipal de Manaus (CMM) apostam no turismo e no aproveitamento das potencialidades regionais para tirar a economia amazonense da dependência exclusiva da Zona Franca de Manaus (ZFM). 

O vereador Plínio Valério (PSDB) entrou na discussão e disse que esse é um discurso que sempre defendeu, inclusive quando foi deputado federal, em Brasília. “A China levou o tambaqui daqui e exporta para o mundo, Rondônia é o maior produtor de pescado e nós temos a maior várzea e só plantamos melancia, maxixe e milho”, afirmou, ao destacar que o Governo Federal prorrogou a “vida de um moribundo”, quando garantiu a ZFM por mais 50 anos.
“Quanto o mundo nos deve?. Só quero Justiça para com a nossa ZFM. O Amazonas manda dinheiro para o Governo Federal e recebe de menos. A água doce passa por aqui para abastecer esse pessoal”, assegurou.
O assunto foi debatido no plenário, na manhã desta quarta-feira (9), puxado pelo vereador Missionário André (PTC) ao criticar lei sancionada pelo presidente Michel Temer (PMDB), que trata da convalidação dos benefícios fiscais concedidos por estados a empresas e que promete acabar com a guerra fiscal em um período de 15 anos.
O vereador é defensor da ideia de trazer a Disney, dos Estados Unidos, para Manaus. “Mais uma vez a nossa Zona Franca é atacada. Ontem (8), o presidente sancionou lei complementar que iguala os incentivos fiscais aos Estados. Desde criança, vejo os ataques contra a ZFM. E o Governo Estadual vai ter que entrar na Justiça por um direito que já é nosso, previsto na Constituição”, disse ele.
O vereador afirmou que nesses 50 anos de ZFM, o Amazonas foi incompetente na geração de novas alternativas econômicas, por depender apenas dessa fonte de renda. “Se acabar a ZFM acabou nosso Estado, pois todo mundo (empresas) vai embora daqui”, reagiu.
Missionário André garantiu que já entrou em contato com os representantes da Disney, na Califórnia. Ele vê essa iniciativa como alternativa para garantir mais emprego e renda aos amazonenses. A ideia, segundo ele, será levada ao novo governador do Estado a ser eleito.
“O nosso Estado tem potencial turístico, mas o turismo não é explorado. Se os Estados Unidos querem a preservação do nosso potencial, tem que investir para o caboclo não desmatar”, argumentou ele, assegurando que a Zona Franca de Manaus é importante para Manaus e para o Estado, mas não se pode depender única e exclusivamente desse modelo.
Texto: Nely Pedroso – DIRCOM/CMM
Foto: Robervaldo Rocha - Dircom/CMM
 
Deixe seu Comentário

Nome:

Email:

Seu email não será publicado
Mensagem:
Leia Também

© Copyright 2016 Portal Flagrante. Todos os direitos reservados.