Polícia Civil deflagrou operação que resultou na apreensão de meia tonelada de drogas, em Japurá

Policiais
civis do Departamento de Investigação sobre Narcóticos (Denarc)
deflagraram operação, entre os dias 5 a 7 deste mês, que resultou na
apreensão de meia tonelada de entorpecentes no município de Japurá
(distante 744 quilômetros em linha reta da capital). A ação foi
realizada em conjunto com equipes do Grupo Força Especial de Resgate e
Assalto (Fera), de policiais civis lotados na 59ª Delegacia Interativa
de Polícia (DIP) de Japurá, integrantes da Companhia de Operações
Especiais (COE) da Polícia Militar, do 3º Pelotão Especial de Fronteiras
(PEF) de Vila Bittencourt do Exército Brasileiro e da Marinha Nacional
da Colômbia.

O
balanço da operação foi divulgado durante coletiva de imprensa
realizada na tarde desta quarta-feira (08/01), no prédio da Delegacia
Geral. Na ocasião, estiveram presentes o secretário de Segurança Pública
do Amazonas (SSP-AM), Louismar Bonates; o delegado-geral da Polícia
Civil do Amazonas, Lázaro Ramos; o diretor do Denarc, delegado Paulo
Mavignier; e o coordenador do Grupo Fera, delegado Juan Valério.

“Essa
foi a primeira operação que realizamos esse ano e foi mais uma ação
bem-sucedida deflagrada pelo Denarc juntamente com a Marinha colombiana e
o Exército Brasileiro, por meio de um trabalho de investigação de
policiais civis e militares que resultou na apreensão de meia tonelada
de entorpecentes. Ressalto que, somente nos primeiros dias de 2020, já
houve apreensão de grande quantidade de drogas e o trabalho vai
continuar ao longo do ano”, destacou Louismar Bonates.

Conforme
o delegado Paulo Mavignier, diretor do Denarc, a ação conjunta foi
deflagrada na Comunidade Mameloca, em Japurá. “Estamos empenhados no
combate ao narcotráfico, e ao longo das diligências no local
encontramos, em uma área de mata fechada, 470 quilos de maconha do tipo
skunk e 30 quilos de cocaína. O material ilícito está avaliado em cerca
de R$ 1,5 milhão. A droga foi trazida para Manaus para realização de
perícia técnica”, explicou a autoridade policial.

FOTO: Erlon Rodrigues/PC-AM

David Almeida mais próximo do apoio de Arthur