Manaus:

TSUNAMI NA AMAZÔNIA – Se orla de Parintins desabar pode causar destruição no Rio Amazonas

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Por Nilson Belém – Cidades e localidades da Amazônia podem ser atingidas por Tsunami. Não é loucura não. É pura verdade. Isso já ocorreu antes e pode ocorrer novamente se a orla do município de Parintins, na margem direita do Rio Amazonas, vier a desabar.
Nesta terça-feira (14), o prefeito Bi Garcia decretou estado de emergência por 90 dias devido ao desabamento da orla após rachaduras e o perigo é eminente.
De acordo com o pesquisador em Geociências do CPRM, Marco Antonio Oliveira, existe sim o fenômeno chamado tsunami fluvial que ocorre quando grande massas, por exemplo, de barrancos desabam sobre o rio formando ondas enormes.
Segundo Marco Antonio, isso já ocorreu antes em duas ocasiões: em 2007 quando um deslizamento de aproximadamente 2.800 m2 de uma faixa de terra na margem direita do rio Amazonas, provocou a formação de uma onda gigante de dez metros de altura, que deixou uma pessoa desaparecida e arremessou animais como jacarés para dentro do rio na a comunidade ribeirinha Costa da Águia, lá mesmo em Parintins.
Outro caso foi o desabamento da orla do Porto do Chibatão, em Manaus, que criou ondas gigantes que atingiram a outra margem do Rio Negro, isso em 2010, matando alguns trabalhadores.
Segundo Marco Antonio, a orla de Parintins tem aproximadamente 2 km de extensão que, apesar da erosão, tem pedras que a seguram em sua base. Mas devido a grande erosão, o pesquisador, diz que existe sim o risco da mesma desabar sobre o rio Amazonas e causar o tsunami fluvial que podem sim atingir outros municípios como Barreirinha e comunidades do lado esquerdo do Rio Amazonas.

Nilson Belém

Nilson Belém

Assine a nossa newsletter

Clique no botão editar para alterar este texto.