Em sessão virtual do Senado, Eduardo Braga vota a favor da decretação de estado de calamidade pública no Brasil

Líder do MDB destaca importância da medida para vencer a guerra contra o coronavirus

O líder do MDB no Senado, Eduardo Braga (AM), participou, nesta sexta-feira (20/03), da primeira sessão remota da Casa Legislativa que aprovou o Decreto nº 88/2020 de reconhecimento do estado de calamidade pública para o enfrentamento da pandemia do novo coronavírus (Covid-19) no Brasil. A medida, apresentada pelo governo federal e aprovada na última quarta-feira (18) pela Câmara Federal, vai permitir a elevação dos gastos públicos e o descumprimento da meta fiscal deste ano.

A sessão virtual ─ inédita no mundo ─ foi aberta pelo vice-presidente do Senado, Antônio Anastasia (PSD/MG), e contou com a participação de 76 (dos 81) senadores, que aprovaram por unanimidade o decreto. “A partir de agora, o governo federal passa a ter mais condições financeiras e monetárias para socorrer estados e municípios nas ações emergenciais de combate ao coronavírus, podendo socorrer empresas, investimentos públicos e privados e empregos”, afirmou Braga.

Antes de declarar o voto sim à decretação de calamidade pública, o senador Eduardo desejou pronto restabelecimento do quadro de saúde do presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), e dos senadores Nelsinho Trad (PSD-MS) e Prisco Bezerra (PDT/CE). Nesta semana, os três parlamentares testaram positivo para o Covid-19 e estão em tratamento médico em hospitais de Brasília e São Paulo.

O parlamentar destacou a importância dos profissionais de saúde, "que estão colocando as suas próprias vidas em risco neste momento, muitas vezes ainda com carência de equipamentos de proteção individual”. “Com a decretação da calamidade pública, esses profissionais vão poder trabalhar com mais proteção e atender mais pessoas em todo o país”, disse Eduardo.

Economia ─ O senador destacou que os impactos do Covid-19 atingem severamente a economia do país e que as medidas a serem adotadas a partir da decretação do estado de calamidade pública serão fundamentais para enfrentar a atual crise e reconstruir o país após a pandemia. Segundo ele, é preciso entender como evoluem os efeitos econômicos da pandemia para adotar novas medidas emergenciais.

Braga elogiou a medida adotada nesta quinta-feira (19/03) pelo Banco Central americano de fazer empréstimos para nove países, dentre eles o Brasil, de forma a reduzir o nervosismo nas bolsas de valores no mundo. “A consequência disso foi que a especulação sobre o dólar acalmou e a moeda americana passou a funcionar em baixa. Acreditamos que fecharemos a bolsa do Brasil com alta. É o início de uma retomada diante de toda a crise que estamos enfrentando”, analisou.

O senador reafirmou o compromisso da bancada do MDB no apoio às medidas emergenciais já anunciadas pelo governo federal, mas alertou para a necessidade de uma "dinâmica permanente" de enfrentamento dos impactos da pandemia. “As ações do governo estão na linha certa, mas o Brasil precisa estar atento, pois a cada dia vamos precisar adotar medidas adicionais”, observou o senador amazonense.

Ele finalizou seu discurso enfatizando a necessidade de preservação das instituições democráticas e o apoio do MDB ao Judiciário, ao Legislativo, ao Executivo, ao Ministério Público e às forças de segurança.

Assessoria de Imprensa

Você pode

Recuperação do sistema viário de Urucará entra na reta final

Recuperação do sistema viário de Urucará entra na reta final

Corpo de camelô é encontrado seminu no Ramal do Brasileirinho

Corpo de camelô é encontrado seminu no Ramal do Brasileirinho

Adote Manaus 2020’ vai revitalizar mais de dez espaços públicos

Adote Manaus 2020’ vai revitalizar mais de dez espaços públicos

Polícia Civil prende dois indivíduos por estupro de vulnerável e por roubo na zona leste

Polícia Civil prende dois indivíduos por estupro de vulnerável e por roubo na zona leste

Prefeito e primeira-dama lançam programação do ‘Mês da Mulher’ e abrem campanha ‘Março Lilás’

Prefeito e primeira-dama lançam programação do ‘Mês da Mulher’ e abrem campanha ‘Março Lilás’

PM recebe 611 denúncias de descumprimento de medidas contra o Covid-19

PM recebe 611 denúncias de descumprimento de medidas contra o Covid-19