Manaus:

Governo do Amazonas instala mais uma base emergencial para a população em situação de rua na Compensa

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

 

 

O Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado de Assistência Social (Seas), instalou um abrigo provisório no Centro Educacional de Tempo Integral (Ceti) Áurea Pinheiro Braga, no bairro da Compensa, zona oeste de Manaus. Pelo menos 120 pessoas em situação de rua estão sendo atendidas no espaço, com a oferta de três refeições (café, almoço e jantar), banhos, roupas limpas e acomodação para dormir.

A ação foi articulada pela Seas, em parceria com secretarias municipais de Manaus e Organizações da Sociedade Civil (OSCs), e faz parte de um plano emergencial para a população em situação de rua, elaborado pelos técnicos do órgão como estratégia de prevenção à Covid-19.

A secretária titular da Seas, Márcia Sahdo, afirma que a base emergencial na Compensa é mais uma ação dentre as várias que a Seas está articulando com a rede socioassistencial para minimizar os efeitos da pandemia de Covid-19 na população em situação de rua.

“Estamos conseguindo prestar estes serviços com o apoio de OSCs, igrejas e o Município de Manaus, numa ação articulada que exige muito das equipes, uma vez que as necessidades desse público são urgentes e exigem respostas rápidas de todos os envolvidos”, frisou a secretária.

Além da Seas, estão atuando diretamente no Abrigo Emergencial da Compensa técnicos das secretaria de Estado de Justiça, Direitos Humanos e Cidadania (Sejusc) e de Educação e Desporto (Seduc), da Secretaria Municipal da Mulher, Assistência Social e Cidadania (Semasc), e as OSCs Vida Alegre, Mãos Amigas e Nova Aliança.

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa Manaus) está realizando a triagem das pessoas que dão entrada naquele espaço com a aferição de temperatura, realização de exames e, quando necessário, vacinação.

FOTOS: Miguel AlmeidaO Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado de Assistência Social (Seas), instalou um abrigo provisório no Centro Educacional de Tempo Integral (Ceti) Áurea Pinheiro Braga, no bairro da Compensa, zona oeste de Manaus. Pelo menos 120 pessoas em situação de rua estão sendo atendidas no espaço, com a oferta de três refeições (café, almoço e jantar), banhos, roupas limpas e acomodação para dormir.

A ação foi articulada pela Seas, em parceria com secretarias municipais de Manaus e Organizações da Sociedade Civil (OSCs), e faz parte de um plano emergencial para a população em situação de rua, elaborado pelos técnicos do órgão como estratégia de prevenção à Covid-19.

A secretária titular da Seas, Márcia Sahdo, afirma que a base emergencial na Compensa é mais uma ação dentre as várias que a Seas está articulando com a rede socioassistencial para minimizar os efeitos da pandemia de Covid-19 na população em situação de rua.

“Estamos conseguindo prestar estes serviços com o apoio de OSCs, igrejas e o Município de Manaus, numa ação articulada que exige muito das equipes, uma vez que as necessidades desse público são urgentes e exigem respostas rápidas de todos os envolvidos”, frisou a secretária.

Além da Seas, estão atuando diretamente no Abrigo Emergencial da Compensa técnicos das secretaria de Estado de Justiça, Direitos Humanos e Cidadania (Sejusc) e de Educação e Desporto (Seduc), da Secretaria Municipal da Mulher, Assistência Social e Cidadania (Semasc), e as OSCs Vida Alegre, Mãos Amigas e Nova Aliança.

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa Manaus) está realizando a triagem das pessoas que dão entrada naquele espaço com a aferição de temperatura, realização de exames e, quando necessário, vacinação.

FOTOS: Miguel Almeida

Luciana

Luciana

Assine a nossa newsletter

Clique no botão editar para alterar este texto.