Conecte-se Conosco

Olá, o que procuras?

Educação

Professor da UEA produz vídeo para informar aos surdos sobre pandemia

Conteúdo usando a Língua Brasileira de Sinais (Libras) chegou a 5 mil visualizações

Buscando a inclusão da comunidade surda nas informações sobre o novo coronavírus, o professor do Centro de Estudos Superiores de Parintins da Universidade do Estado do Amazonas (Cesp/UEA), Marlon Jorge Silva, produziu um vídeo usando a Língua Brasileira de Sinais (Libras) para informar sobre os cuidados e as recomendações no período de pandemia.

 

A ideia surgiu das observações do professor, diante da falta de material e conteúdo característicos para os surdos. Reconhecida como meio legal de comunicação e expressão no Brasil em 2002, Libras ainda sofre de uma comunicação inclusiva e efetiva no país.

 

Isso levou o professor a publicar um vídeo com o tema “Assintomáticos – Coronavírus em libras”, em que alerta para os principais sintomas e fala sobre as pessoas assintomáticas, as formas de contaminação e a prevenção com o uso de máscaras e álcool em gel.

 

Professor – Surdo desde os 10 anos de idade, o professor Marlon entende a situação da cultura surda em ter uma receptividade da sociedade. “Temos o direito de uma comunicação acessível para nos sentirmos incluídos”, assinala ele, que também defende o uso de máscaras adaptadas transparentes para atendimento ao público surdo, pois a gesticulação labial faz parte da língua de sinais. “Resolvi fazer o vídeo em Libras para que a comunidade surda compreendesse as informações”.

 

O vídeo voltado para acadêmicos surdos de Parintins e para a comunidade surda de Manaus teve grande repercussão, chegando a 5 mil visualizações. O professor, que também é coordenador do Núcleo de Acessibilidade do Cesp/UEA e presidente da Associação dos Surdos de Parintins (Aspin), pretende continuar produzindo vídeos, de forma a possibilitar a acessibilidade por meio das informações inclusivas.

 

“Senti que os surdos ficaram felizes e compreenderam as principais informações sobre os cuidados e atenção que devemos ter sobre a pandemia e que devemos nos prevenir usando sempre máscara e o álcool gel”, disse.

 

Dúvidas – Integrantes da comunidade surda interessada em obter informações e tirar dúvidas podem entrar em contato com o Núcleo de Acessibilidade do Cesp/UEA pelo número (92) 99415-9521 ou nas redes sociais. A equipe dispõe de intérpretes e monitores bolsistas que orientam por meio de vídeos e mensagens de texto.

 

Confira o vídeo produzido pelo professor Marlon Jorge Silva por meio do link: https://www.facebook.com/100002078986379/posts/3085728554839747/?d=n

 

FOTOS: Arquivo Pessoal

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook

Advertisement

Você pode gostar!

Manacapuru

O corpo de uma mulher que não teve a identidade revelada, foi encontrado com marcas de tortura na tarde deste domingo (17), no bairro...

Polícia

Uma mulher suspeita de cometer assaltos na cidade de Manaus, foi pega pela população na zona Sul da cidade, quando se tentava praticar mais...

Notícias

Manaus/AM- Brena Rayssa Pinheiro de Macedo, 28, foi vítima de um homem que ainda não foi identificado, na noite deste domingo (17), no bairro...

ESPECIAL PUBLICITÁRIO

Por: Secretaria Municipal de Comunicação conteúdo de responsabilidade do anunciante Dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) mostram que em todo o...