Conecte-se Conosco

Olá, o que procuras?

Educação

PROFESSORES da rede estadual têm acesso a cursos on-line voltados à saúde socioemocional

 

Com o objetivo de oferecer apoio socioemocional para professores da rede estadual, o Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado de Educação e Desporto, em parceria com o Instituto Península, lançou, nesta sexta-feira (24/07), a plataforma Vivescer. A live de lançamento do programa foi transmitida pelos canais do projeto “Aula em Casa”.

Participaram da live de lançamento o secretário de Educação em exercício, Luis Fabian Barbosa; as coordenadoras de conteúdo e pedagógica da plataforma, Silvia Breim e Flávia Castanho, respectivamente; a assessora técnica da União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime), Maysa Araújo; a psicóloga Adriana Magalhães; e a socióloga Lourdes Atiê.

O Vivescer foi desenvolvido em conjunto com um grupo de educadores representando os diferentes estados do Brasil e, nele, os professores têm acesso a uma comunidade para trocar experiências e uma área com percursos de aprendizagem que estimulam o desenvolvimento.

Para ter acesso aos cursos oferecidos pela plataforma, basta efetuar cadastro por meio do link http://vivescer.org.br/cadastro, preencher as informações e, em seguida, criar uma senha.

“O objetivo desta parceria é compartilhar com os nossos professores e pedagogos a oportunidade de orientá-los quanto às demandas emocionais, desenvolvendo, assim, o autocuidado e o autoconhecimento, mudanças de práticas que façam sentido nesse novo normal”, afirmou o secretário Luis Fabian.

Durante o encontro desta sexta-feira, as representantes da plataforma Vivescer, Silvia Breim e Flávia Castanho, apresentaram os objetivos e estratégias da iniciativa.

Saúde mental – A assessora técnica da Undime, Maysa Araújo, relatou a importância de estimular os cuidados com saúde mental dos educadores, no período de retorno às atividades presenciais – ainda sem data definida.

“A adoção de aulas remotas mediadas por tecnologia, em razão da suspensão das [atividades] presenciais, foi um dos métodos primordiais para a continuação do ensino. Mas, agora que estamos gradativamente retornando às salas de aulas, é primordial que a saúde emocional e mental dos professores seja estimulada, pois isso reflete diariamente no cotidiano nas unidades escolares”, completou.

Palestra – Durante a live de lançamento, a socióloga Lourdes Atiê apresentou a palestra “As emoções e as possíveis práticas na educação híbrida”, na qual discorreu sobre as possibilidades e os desafios para o ensino híbrido (aulas presenciais e remotas).

“É notório que uma das instituições mais afetadas pela pandemia foi a escola, porque é o local onde as atividades eram 100% presenciais. Os professores são os profissionais de maior resiliência, e por isso é tão importante priorizar o equilíbrio emocional e mental deste grupo, visto que eles passaram por momentos de exaustão durante o período de aulas remotas”, destacou Atiê.

FOTOS: Eduardo Cavalcante

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Manaus:

Facebook

Você pode gostar!

Oportunidade

A Prefeitura de Manaus oferta 128 vagas de emprego em várias áreas de atuação, nesta quinta-feira, 10/6, por intermédio do Sine Manaus. Os candidatos interessados nas vagas...

Destaque

Dois indivíduos executaram ataque com granada ao 24º DIP e foram capturados O Governo do Estado, por meio da operação “Fight Back”, coordenada pela...

Celebridades

Sabrina Sato publica vídeo imitando dança de Ruivinha de Marte Anny Bergantin, mais conhecida como “Ruivinha de Marte”, está fazendo sucesso na internet com...

Saúde

A Prefeitura de Manaus avança na vacinação contra a Covid-19, da população em geral (pessoas sem doenças preexistentes e não pertencentes a grupos prioritários) e passa...