Conecte-se Conosco

Olá, o que procuras?

Destaque

TARIFAS da Cigás para indústria e comércio estão entre as menores do Brasil

As tarifas de gás natural canalizado pagas por indústrias e comércios do Amazonas estão entre as menores do Brasil. É o que aponta o Boletim Mensal de Acompanhamento de Indústria de Gás Natural do Ministério de Minas e Energia, referente ao último mês de abril. Distribuído pela Companhia de Gás do Amazonas (Cigás), o combustível é até 53% mais barato que as demais alternativas no mercado local.

No Polo Industrial de Manaus (PIM), 56 empresas são atendidas pela rede de distribuição de gás natural. Em junho deste ano, o segmento industrial consumiu uma média de 129.017 metros cúbicos por dia, o que corresponde a um crescimento de 46% em relação ao mesmo período do ano passado. Na relação com outras 18 concessionárias de gás natural no país, a Cigás é quem apresenta a segunda menor tarifa para as indústrias. A Companhia só fica atrás da concessionária de Santa Catarina.

O preço competitivo do gás natural é um diferencial para indústrias instaladas no PIM e fator de atratividade para novos empreendimentos no Amazonas. É o que destaca o diretor técnico e comercial da Cigás, Clovis Correia Junior. “Nossa região ainda não possui grandes consumidores de gás como os do segmento petroquímico, siderúrgico, têxtil, vidreiro, dentre outros, mas a presença do gás natural canalizado com uma tarifa altamente competitiva certamente cria condições de atração de empreendimentos com maior potencial de consumo”, disse.

Para além da economia, o insumo é um diferencial para qualquer indústria no Amazonas, a exemplo da PCE Embalagens. Recém interligada à rede de distribuição, a empresa contabiliza os benefícios. “A PCE tinha muita dificuldade usando o óleo BPF (baixo ponto de fluidez) e resolveu mudar para o gás natural, que não tem interrupção, evita transporte, é encanado, tem um melhor processo de logística e beneficia muito o meio ambiente”, destacou o diretor da indústria, Mário Estravate.

Comércio – Em 2019, a tarifa do gás natural no Amazonas já era destaque nacional como a mais competitiva ao comércio, o que vem se mantendo. São 132 empresas do segmento já beneficiadas pelo combustível em Manaus, entre shoppings, restaurantes, hotéis, lavanderias, dentre outras. O Boletim de abril do MME informou um preço de US$ 13,00 por milhão de BTU, considerando consumo de 800 m³ por dia. É o menor valor entre 19 concessionárias pelo Brasil.

Um dos beneficiados pelo combustível é o restaurante e peixaria Sr. Mukekka, no bairro Nossa Senhora das Graças. “Tem sido mais fácil. A modalidade (de consumo) é mais prática, confiável e, até hoje, não tivemos problema”, relatou o empresário Wilson Monteiro, proprietário do restaurante. O Sr. Mukekka usa o gás natural desde novembro de 2018.

Fotos: Divulgação/Cigás

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook

Advertisement

Você pode gostar!

Manacapuru

O corpo de uma mulher que não teve a identidade revelada, foi encontrado com marcas de tortura na tarde deste domingo (17), no bairro...

Celebridades

Isabela Brito Guerra foi acusada de se aproveitar da amizade que tinha com o casal para aplicar golpe.

Esporte

O treinamento comandado pelo técnico Tite durou cerca de uma hora e meia, com trabalhos físicos e táticos.

Notícias

A Prefeitura de Manaus vai disponibilizar, nesta quarta-feira, 13/10, 39 pontos para atendimento dentro da campanha de vacinação contra a Covid-19, coordenada pela Secretaria...