Manaus:

FUNPARK reabre nesta sexta-feira

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

O maior parque temático coberto da região, o FunPark – Avenida José Henriques Bento Rodrigues, 3.760, Nova Cidade – abre suas portas e retorna as suas atividades nesta sexta-feira (31), a partir das 17h, após o período de isolamento social devido a pandemia do coronavírus.
O parque reabre seguindo todos os protocolos de segurança e higiene para receber os clientes que passaram mais de três meses distantes dos brinquedos e da diversão.
A administração adaptou a sua estrutura ao chamado ‘novo normal’, com placas educativas, marcações de lugares com o distanciamento social mínimo de 1,5 metro e a limpeza de todos os brinquedos após o uso pelas crianças e adultos com álcool.
O funcionamento neste final de semana será de sexta a domingo, de 17h às 21h. O parque abriu uma loja virtual que pode ser acessada pelo site site https://funpark.com.br/ onde pode comprar passaportes online com validade para 90 dias.
“A pessoa entra no site, seleciona o passaporte que deseja, aplica o copom de desconto, se tiver, efetua o pagamento e, assim que for confirmado a compra, a pessoa recebe por e-mail o QR Code que deverá apresentar na bilheteria com um documento oficial com foto”, explica o diretor Comercial do FunPark, Alexandre Alcântara.
O FunPark tem mais de 70 brinquedos entre eletrônicos e mecânicos. O acesso é feito por meio de um passaporte com preços diferentes, de acordo com a preferência sendo duas modalidades: com games Liberados e sem games Liberados.
Todos os equipamentos do parque seguem rigorosamente as normas técnicas da ABNT e tem sua segurança atestada por três engenheiros, garantindo assim segurança total aos seus visitantes.
O parque é destinado ao público adulto e infantil e fornece acessibilidade para pessoas com necessidades especiais. Cadeirantes podem se divertir no carrossel adaptado exclusivamente para eles e também em todos os jogos eletrônicos.
Os nomes dos brinquedos ganharam títulos de folclore amazônico. Os carrinhos bate-bate, por exemplo, se tornaram “Bate meu Boi”, uma referência para a disputa entre os bumbas Garantido e Caprichoso homenageando o tradicional Festival de Parintins.

Luciana

Luciana

Assine a nossa newsletter

Clique no botão editar para alterar este texto.