Alunos do CETAM retornam às aulas de forma gradual

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

A volta gradual às aulas presenciais de cursos técnicos e especializações técnicas em três escolas do Centro de Educação Tecnológica do Amazonas (Cetam) na capital, nesta segunda-feira (03/08), foi marcada por ansiedade e muito otimismo por parte de alunos e servidores da instituição. As atividades estavam suspensas desde o dia 16 de março, início da pandemia da Covid-19 em Manaus.

Na Escola de Formação Profissional Enfermeira Sanitarista Francisca Saavedra, no bairro Colônia Oliveira Machado, zona sul, os primeiros alunos começaram a chegar às 6h30. “Fiquei surpreso, porque as aulas só iniciam às 8h, mas muito feliz porque isso demonstra a vontade de retomarem os estudos”, ressaltou o diretor do Saavedra, Salatiel Gomes.

O Instituto Benjamin Constant (IBC) e a Escola Padre Estelio Dalison também estavam preparados para recepcionar os alunos. Todas as unidades estão seguindo os protocolos de segurança sanitária para garantir um retorno seguro. Na entrada é feita a aferição da temperatura, disponibilizado álcool em gel e conferido o uso de máscara.

Conforme as orientações da Organização Mundial da Saúde (OMS) e da Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas (FVS-AM), nas salas de aula as cadeiras estão dispostas de forma a garantir o distanciamento social mínimo recomendado, reduzindo a quantidade de alunos em cada uma.

“Estou tranquila por ver os cuidados que estão tendo aqui no Saavedra”, disse Keilly Anne Oliveira, de 20 anos, aluna do curso Técnico de Segurança do Trabalho. O vigilante Igor da Silva Amorim, 33, estudante de Radiologia, também ressaltou sua satisfação com os cuidados que encontrou na escola.

“De uma forma geral existe um receio porque ainda não há vacina para a doença. Mas confesso que deu uma certa tranquilidade ao ver a preocupação do Cetam com a higiene e o distanciamento necessários”, frisou Igor.

Suporte emocional – Uma equipe psicossocial, formada por estudantes finalistas dos cursos de Psicologia e Serviço Social, passou por capacitação e está a postos nas escolas para propiciar o suporte emocional necessário durante a retomada das aulas presenciais em Manaus.

Gustavo Cidade, 22, faz parte dessa equipe. Segundo ele, o momento é de educar para o novo normal. “Estamos tirando dúvidas e repassando os procedimentos que devem ser adotados neste momento”, explicou.

A psicóloga Déborah Pacheco, que auxiliou na capacitação dos universitários, reforça a importância da iniciativa do Cetam. “Essa parceria vai proporcionar atenção especial aos alunos e transmitir segurança a eles.”

Nessa primeira etapa de retomada das aulas presenciais estão de volta 647 alunos, sendo 250 no Saavedra, divididos em 11 turmas; 241 no IBC, em 12 turmas; e 150 alunos no Estelio Dalison, em nove turmas. Nas três unidades, as aulas acontecem nos turnos da manhã, tarde e noite.

FOTOS: Cleudilon Passarinho

Luciana

Luciana

Assine a nossa newsletter

Clique no botão editar para alterar este texto.