Conecte-se Conosco

Olá, o que procuras?

Notícias

UIAC e Sistema Sepror visitam pescadores nos municípios de Borba e Nova Olinda do Norte

O Governo do Amazonas, por meio da Unidade Integrada de Articulação às Comunidades (Uiac) e Secretaria de Estado de Produção Rural (Sepror), visitou municípios situados na calha do Rio Madeira para discutir políticas públicas de incentivo à pesca no estado. A comitiva reuniu pescadores em Nova Olinda do Norte e no distrito de Foz do Canumã, na cidade de Borba.

Com 4 mil habitantes, a comunidade Foz do Canumã apresenta como fonte de renda principal as atividades no setor primário, como a agricultura e a pecuária. Um dos peixes amazônicos cultivados na comunidade, o jaraqui, já é reconhecido em todo o Amazonas e possui até uma festa tradicionalmente realizada na região.

O subcoordenador da UIAC, Marcello Amorim, destaca que o distrito reúne as condições necessárias para se tornar município, inclusive no setor econômico. Essa foi uma das pautas apresentadas pelos trabalhadores locais.

“Estivemos reunidos com cerca de 50 pescadores em frente à sede da Associação Comunitária Agroextrativista de Canumã (Ascomac). As principais reivindicações são a ampliação da fábrica de gelo e a construção do entreposto de pescado. A fábrica atual produz 6 toneladas, o que é insuficiente para atender os pescadores, uma vez que, além dos pescadores locais, usufruem os de Nova Olinda do Norte, Itacoatiara, Parintins, Maués e alguns vindos da região do Pará”, explica Amorim.

Em Nova Olinda do norte, a 138 quilômetros de Manaus, a comitiva do Governo do Amazonas reuniu cerca de 217 pescadores do município, no último dia 15. A reunião foi presidida pela Federação dos Trabalhadores da Pesca e Aquicultura do Amazonas (Fetape-Am) e contou com a participação de representantes do Sindicato dos Pescadores no Estado do Amazonas (Sindpesca), Centro de Educação Tecnológica do Amazonas (Cetam) e Instituto de Desenvolvimento Agropecuário e Florestal Sustentável do Estado do Amazonas (Idam).

“Uma reunião muito importante para os pescadores do Amazonas e também para o Sistema Sepror. Tivemos mais de 215 pescadores presentes para tratar das ações do Governo do Estado em prol dessa classe, que é uma classe que precisa ser olhada com bons olhos e o atual governador está fazendo isso. Durante o encontro, nós ressaltamos o que a Sepror está fazendo e também observamos as demandas dos pescadores como a questão das carteiras de pescador”, comenta Ivo da Rocha Calado, engenheiro de pesca da Sepror.

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Manaus:

Facebook

criação de sites JOta Conecta

Você pode gostar!

Destaque

Somente o toque de recolher permaneceu das 21h às 6h, quanto o restante foi liberado, inclusive bares, marinas e viagens intermunicipais de barco e...

Política

O Tribunal Regional Eleitoral do Amazonas (TREA-M) por meio de colegiado, recusou nesta quinta-feira (04), os embargos declarados do prefeito e vice-prefeito de Coari,...

Amazonas

COARI-AM – O segurança Patrônio Dácio Ferreira, de 39 anos, foi encontrado morto enforcado em sua residência no bairro do Pêra, no município de...