Conecte-se Conosco

Olá, o que procuras?

Saúde

CEMA INVESTE R$ 6,4 milhões em medicamentos para tratamento de pacientes com Covid-19

Chamamento público realizado em 15 de janeiro permitirá compra de 11 medicamentos para abastecimento de unidades de Saúde

A Central de Medicamentos do Amazonas (Cema) definiu, nesta quinta-feira (21/01), os vencedores do chamamento público, aberto no dia 15 de janeiro, para viabilizar a compra emergencial de medicamentos usados no tratamento de pacientes com Covid-19. Ao todo, o Estado investirá R$ 6.490.250,00, na compra de 11 medicamentos, para garantir o abastecimento das unidades da rede pública estadual de saúde.

Com a compra, a Cema irá adquirir 690 mil unidades de medicamentos junto a cinco fornecedores, que enviaram propostas para concorrer ao processo. Entre as empresas contempladas estão a Mapemi, UNI Hospitalar, Call Med, Hypofarma e Dimmaster.

 Entre as aquisições, estão 60 mil ampolas de Rocurônio e 300 mil de Norepinefrina, que compõem o chamado “kit intubação”. Os medicamentos tiveram alta no consumo médio mensal de 425% e 169% na pandemia, respectivamente.

 Também estão inclusos os remédios Alprostadil, Amicacina, Fitomenadiona, Heparina sódica, Levofloxacino, Flumazenil, Salbutamol, Pantoprazol e Esomeprazol Sódico IV.

Segundo o coordenador da Cema, Cláudio Nogueira, a compra visa reforçar os estoques para manter o abastecimento nos SPAs e hospitais da capital e do interior. “Há uma demanda alta por esses medicamentos e a compra emergencial permite que o abastecimento siga de forma contínua, sem riscos de interrupção por falta de estoque”, pontuou.

 A partir do empenho, a expectativa é de que a remessa de itens comece a chegar na Central de Medicamentos entre 15 a 20 dias.

 Outros oito medicamentos, requeridos no chamamento público, não tiveram propostas de fornecedores. Agora, a Cema está em contato com os fabricantes para garantir a compra dos insumos.

Outras aquisições – A Cema está em processo inicial de aquisição de outros materiais hospitalares. Entre eles estão a compra de 260 unidades de máscaras VNI e 2 mil filtros, ao custo de R$ 167.785,00 aos cofres públicos, além de 300 mil aventais impermeáveis, com investimento de R$ 1.791.000,00.

Outros Produtos para Saúde (PPS), por sua vez, já estão em fase de empenho junto a seis fornecedores do Estado, para atender a demanda do Sistema Estadual de Saúde. Entre os itens requeridos estão tubos para intubação endotraqueal, sondas nasogástricas e eletrodo para ECG, para monitoramento cardíaco.

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Manaus:

Facebook

criação de sites JOta Conecta

Você pode gostar!

Notícias

MANAUS – O corpo de Bombeiros atende nesse momento uma ocorrência de uma explosão ocorrida agora pouco que demoliu parte de um apartamento no...

Notícias

Manaus (AM) – O Instituto Médico Legal (IML) removeu na manhã desta quarta-feira (24) o corpo de um homem não identificado que morreu quando...

Notícias

Um dos momentos mais emocionantes da fase atual da pandemia em Parintins envolve uma história de amor de muitas décadas. Seu Francisco das Chagas,...

Notícias

O governador Wilson Lima, pretende anunciar a manutenção das medidas do último decreto e autorizando o funcionamento das academias, mas tendo os cuidados necessários...