Conecte-se Conosco

Olá, o que procuras?

Notícias

SOB SUSPEITA – Empresa M. I. CALDEIRA MADUREIRA EIRELI prejudica imagem do prefeito David Almeida

Ao ser flagrada por moradores da área da Ponta Negra, entregando material em um caminhão à serviço da Prefeitura Municipal de Manaus, a empresa M.I. Caldeira Madureira Eireli, prejudicou a imagem do prefeito de Manaus David Almeida.

Em um vídeo, gravado supostamente por moradores que ficaram sem entender o motivo de um caminhão à serviço da prefeitura, entregando material na casa de particulares, foi parar nas redes sociais.

De imediato, uma parte da população e opositores do prefeito David Almeida, dispararam duras críticas à administração municipal.

A prefeitura divulgou nota explicando o caso e exigindo do dono da empresa a demissão imediata do funcionário que teria praticado desvio de função. A empresa pode perder o contrato se ficar comprovado o desvio de finalidade do serviço.

Veja as notas da prefeitura e da empresa:

NOTA DE ESCLARECIMENTO DA PREFEITURA DE MANAUS

Sobre o vídeo que circulou nas redes sociais neste sábado, 6/2, em que uma moradora denuncia um homem que supostamente utiliza um veículo identificado como da Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminf) para auxiliar em uma obra particular no bairro Ponta Negra, zona Oeste, a Prefeitura de Manaus informa que o trabalhador que aparece no vídeo não faz parte dos quadros da secretaria, mas é funcionário da empresa M.I Locações, que presta serviços terceirizados ao município.

Por utilizar de um veículo que presta serviço público para a realização de atividades particulares, um posicionamento criminoso e reprovável, a Seminf, por meio do subsecretário de Serviços Básicos, Egleuson Santiago, registrou um Boletim de Ocorrência (B.O.) contra a empresa e solicitou a demissão por justa causa do funcionário à terceirizada, além de cobrar esclarecimentos sobre a fiscalização do uso dos veículos que prestam serviço para a prefeitura. A secretaria reforça ainda que não compactua e reprova esse tipo de ação individual e pede que a população denuncie qualquer desvio de conduta similares aos órgãos competentes.

NOTA DE REPÚDIO DA EMPRESA

A Empresa M. I. CALDEIRA MADUREIRA EIRELI vem a público, por meio desta nota, repudiar, veementemente, a conduta ilegal do funcionário MARCOS ANTÔNIO BATISTA DE ARAÚJO, que desviou material da Prefeitura de Manaus para vendê-lo a terceiros, quando estava dirigindo um caminhão de sua propriedade, no horário em que deveria estar prestando serviço à PREFEITURA DE MANAUS, como veiculado por vídeo na mídia, na tarde desta sábado, 06 de fevereiro.

Dessa forma, a Empresa M. I. CALDEIRA MADUREIRA EIRELI pede desculpas a PREFEITURA DE MANAUS pela conduta ilegal de seu funcionário MARCOS ANTÔNIO BATISTA DE ARAÚJO, e informa que já tomou a devida providência, com a justa e exemplar demissão daquele.

Ao mesmo tempo, sabe-se do excelente trabalho que vem sendo desempenhado pela PREFEITURA DE MANAUS e que não é justo que um fato isolado, praticado por um irresponsável, venha manchar todo um trabalho.

Por fim, coloca-se a disposição da PREFEITURA DE MANAUS e da população para qualquer esclarecimento.

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook

Você pode gostar!

Notícias

O vulcão Cumbre Vieja, localizado na Ilha de La Palma, nas Canárias, comunidade autônoma da Espanha, teve seu nível de alerta elevado de verde...

Notícias

MANAUS – Relação extraconjugal e o desvio de R$ 200 mil são os motivos apontados pela Polícia como motivação para a execução do militar...

Notícias

Trabalhadores informais e inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico) nascidos em dezembro podem sacar, a partir de hoje (20),...

Notícias

As considerações duras do ministro Falcão, ao final do julgamento que começou de manhã e só acabou no final da tarde desta segunda-feira,  20,...