Conecte-se Conosco

Olá, o que procuras?

Notícias

Dia Internacional de Mulheres e Meninas na Ciência é celebrado com webinário de cientistas sobre enfrentamento à Covid-19

Para comemorar o Dia Internacional de Mulheres e Meninas na Ciência, celebrado em 11 de fevereiro, a Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação (Sedecti) reunirá cientistas nesta quinta-feira (11/02), das 10h às 11h (horário de Manaus), no webinário “Mulheres contra o Coronavírus: Contribuições de Cientistas do Amazonas no Enfrentamento à Pandemia”. O evento será transmitido pelos canais Sedecti Amazonas e TV Encontro da Águas, no Youtube, além dos perfis @Sedecti_AM e @tvencontrodasaguas, no Facebook.

Dentre os painelistas estão nomes como: Maria Paula Gomes Mourão, da Fundação de Medicina Tropical Doutor Heitor Vieira Dourado (FMT-HVD) e Universidade do Estado do Amazonas (UEA); Natacha Cíntia Regina Aleixo, da Universidade Federal do Amazonas (Ufam); Katia Helena Serafina Cruz Schweickardt (Ufam) e Henrique dos Santos Pereira (Ufam). A moderação do webinário será feita pela secretária executiva de CT&I da Sedecti, Tatiana Schor. Cada cientista irá explanar sobre a sua contribuição para o enfrentamento da Covid-19 no estado e também enfatizar o porquê da alusão à data.

A iniciativa é uma ação da Secretaria Executiva de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti) da Sedecti, e tem como foco a contribuição de cientistas mulheres do Amazonas no desenvolvimento de pesquisas e ações voltadas ao enfrentamento da pandemia da Covid-19.

“A ideia do webinário é de que ele será o primeiro evento de uma série que iremos fazer, em formato de escuta ativa, com a finalidade de contribuir na formulação de políticas públicas adequadas para a questão de gêneros na Ciência no Amazonas”, explica a secretária executiva da Secti, Tatiana Schor.

Durante o encontro, a médica infectologista Maria Paula G. Mourão irá abordar o tema “Estudos Clínicos na Covid-19”. Já a doutora em Geografia, Natacha Cíntia Regina Aleixo, irá explanar sobre o “Espaço-Tempo Pandêmico: Uma Contribuição Geográfica para o Estado do Amazonas”.

O tema “Estratégias Educativas para Enfrentamento da Covid-19 em Manaus” será apresentado pela professora doutora em Sociologia e Antropologia, Katia Helena Serafina Cruz Schweickardt. E, fechando a programação, o professor doutor em Ecologia, Henrique dos Santos Pereira, apresentará o painel “A Iniciativa Rede RHISA – Recursos Humanos e Inteligência para Sustentabilidade na Amazônia”.

Cada conferente terá dez minutos para explanar sobre seus estudos e, ao final, será aberto tempo para um breve debate. Na oportunidade, acontecerá também o pré-lançamento da Rede RHISA, uma iniciativa promovida pelo Instituto Acariquara que conta com o apoio da Secti.

Mulheres e Meninas na Ciência – O dia internacional dedicado às Mulheres e Meninas na Ciência foi estabelecido em função da lacuna de gênero no segmento. Foi em prol do acesso e da participação feminina plena e igualitária na Ciência, da igualdade de gênero e do empoderamento delas que a Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU) declarou a data de 11 de fevereiro como o Dia Internacional das Mulheres e Meninas na Ciência.

De acordo com dados da Organização das Nações Unidas para Educação, Ciência e Cultura (Unesco), atualmente, menos de 30% dos pesquisadores em todo o mundo são mulheres.

Além de celebrar a data e dar visibilidade às mulheres e meninas na Ciência, o evento também faz parte de duas frentes coordenadas pela Secti, em conformidade ao Plano Plurianual (PPA 2020-2023) do Governo do Estado do Amazonas.

A primeira delas é a ação “Meninas e Mulheres na Ciência e no Empreendedorismo Científico” que acontece em conjunto com a Fundação de Amparo à Pesquisa no Amazonas (Fapeam). O objetivo é promover a inserção de mulheres e meninas na Ciência e no Empreendedorismo Científico, por meio da implementação de políticas públicas de CT&I.

A segunda ação é a da “Difusão e Popularização da Ciência”, em dupla parceria com a Universidade do Estado do Amazonas (UEA) e Fapeam. A proposta é fomentar a popularização e difusão da CT&I produzida no estado para a melhoria do acesso ao conhecimento, às tecnologias e seus benefícios para sociedade.

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook

Você pode gostar!

Notícias

Trabalhadores informais e inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico) nascidos em dezembro podem sacar, a partir de hoje (20),...

Notícias

MANAUS – Relação extraconjugal e o desvio de R$ 200 mil são os motivos apontados pela Polícia como motivação para a execução do militar...

Notícias

A Prefeitura de Manaus, por meio do Sine Manaus, oferta 7 vagas de emprego voltadas às áreas de Tecnologia e Inovação, nesta terça-feira, 21/9,...

Notícias

As considerações duras do ministro Falcão, ao final do julgamento que começou de manhã e só acabou no final da tarde desta segunda-feira,  20,...