Conecte-se Conosco

Olá, o que procuras?

Mundo

Embaixador da Itália no Congo é morto em ataque a comboio da ONU

GOMA, República Democrática do Congo (Reuters) – O embaixador da Itália na República Democrática do Congo foi morto nesta segunda-feira (22) junto com seu guarda-costas e um motorista do Programa Mundial de Alimentos quando seu comboio foi atacado no leste do país, informaram a Itália e as Nações Unidas. 

Os agressores pararam o comboio com tiros de advertência, mataram o motorista congolês e conduziam os passageiros para a floresta quando os guardas do parque abriram fogo, disse a governadora da província de Kivu do Norte, Carly Nzanzu Kasivita, à Reuters.

O embaixador italiano, Luca Attanasio, 43, foi atingido no abdômen e morreu várias horas depois no hospital da ONU na capital regional de Goma, informou o Ministério do Interior do Congo.

A Itália disse que o guarda-costas de Attanasio, Vittorio Iacovacci, de 30 anos, também morreu no ataque. O motorista foi nomeado por uma fonte de segurança e ativistas de direitos locais como Mustapha Milambo.

“Foi com grande choque e imensa tristeza que soube da morte hoje de nosso embaixador na República Democrática do Congo e de um policial Carabinieri”, disse o chanceler italiano Luigi Di Maio em um comunicado.

“As circunstâncias deste ataque brutal ainda não estão claras e nenhum esforço será poupado para esclarecer o que aconteceu.”

Não houve reivindicação imediata de responsabilidade. O Ministério do Interior do Congo culpou uma milícia Hutu chamada Forças De

mocráticas para a Libertação de Ruanda (FDLR).Apresentação de slides (5 imagens)

É um dos dezenas de grupos armados que operam dentro e ao redor do Parque Nacional de Virunga, que fica ao longo da fronteira do Congo com Ruanda e Uganda e é o lar de mais da metade dos gorilas das montanhas do mundo.

A FDLR, fundada por membros da milícia por trás do genocídio de 1994 em Ruanda, sequestrou dois turistas britânicos na mesma vila em maio de 2018, levando o parque a ficar perto de turistas por nove meses. O casal foi libertado após vários dias.

“Prometo ao governo italiano que o governo do meu país fará de tudo para descobrir quem está por trás desse terrível assassinato”, disse a ministra das Relações Exteriores do Congo, Marie Ntumba Nzeza.

LIVRE PARA VIAGENS

O comboio foi atacado por volta das 10h15 (08h15 GMT), cerca de 25 km (15 milhas) ao norte de Goma, disse um porta-voz do Parque Nacional de Virunga à Reuters. O membro da sociedade civil local Mambo Kawaya disse que aconteceu na aldeia de Rurimba.

O Programa Mundial de Alimentos (PMA) da ONU disse que a delegação estava a caminho de visitar um programa de alimentação escolar em Rutshuru. Ele disse que a estrada já havia sido liberada para viagens sem escoltas de segurança.Apresentação de slides (5 imagens)

Fotos compartilhadas nas redes sociais mostraram Attanasio deitado nos braços de um homem em um jipe ​​de autoridade do parque e a janela quebrada de um veículo do PMA. A Reuters não verificou as imagens.

O site do Ministério das Relações Exteriores da Itália disse que Attanasio era o chefe da missão na capital do Congo, Kinshasa, desde 2017, e foi nomeado embaixador em 2019. Ele era casado e tinha três filhas, segundo sua página no Facebook.

“Ele era um jovem diplomata entusiasta, com grande sensibilidade para os problemas sociais”, disse Mauro Garofolo, da instituição de caridade Sant’Egidio com sede em Roma. “Ele acompanhou de perto nosso trabalho, como nosso programa de ajuda a quem sofre de HIV / AIDS”.

O motorista, Milambo, deixa quatro filhos, disse Jean-Mobert Senga, um ativista dos direitos humanos congolês.

“(Ele) se junta a milhares de congoleses que perderam suas vidas nesta região, inclusive nesta estrada, e cujas tragédias raramente chegam às manchetes e comentários de políticos em Kinshasa”, disse ele no Twitter.

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook

Advertisement

Você pode gostar!

Notícias

Trabalhadores informais e inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico) nascidos em dezembro podem sacar, a partir de hoje (20),...

Notícias

MANAUS – Relação extraconjugal e o desvio de R$ 200 mil são os motivos apontados pela Polícia como motivação para a execução do militar...

Notícias

A Prefeitura de Manaus, por meio do Sine Manaus, oferta 7 vagas de emprego voltadas às áreas de Tecnologia e Inovação, nesta terça-feira, 21/9,...

Notícias

As considerações duras do ministro Falcão, ao final do julgamento que começou de manhã e só acabou no final da tarde desta segunda-feira,  20,...