Conecte-se Conosco

Olá, o que procuras?

Notícias

WhatsApp vai limitar envio e leitura de mensagens para usuário que não aceitar nova política de privacidade

Aplicativo disse que conta não será apagada, mas funcionalidades ficarão restritas

O aplicativo de mensagens WhatsApp publicou na página de suporte uma explicação sobre o que irá acontecer com os usuários que não aceitarem a nova política de privacidade, prevista para entrar em vigor em 15 de maio

O aplicativo disse que “por um breve período” será possível receber ligações e notificações, sem detalhar por quanto tempo isso irá valer. Por outro lado, o envio e leitura de mensagens ficará totalmente restrito.

A conta não será apagada e as pessoas ainda poderão concordar com os novos termos após a data de vigência, segundo a página de suporte.

A mudança na política de privacidade passou a ser comunicada no início de 2021 e pretende compartilhar os novos dados com o Facebook, dono do aplicativo. De acordo com o WhatsApp, as novidades valem somente para conversas com empresas.

A companhia afirma que todas as mensagens, sejam de texto, áudio, vídeo e imagens, são criptografadas de ponta a ponta, o que significa que somente o remetente e destinatário podem ver a mensagem.

O aplicativo também ressalta que não mantém registros sobre com quem os usuários estão conversando e que não compartilha listas de contatos com o Facebook.

A nova política de privacidade, porém, deixa de garantir a proteção da criptografia em conversas com contas comerciais, aquelas usadas por empresas.

Embora o WhatsApp afirme que as novidades da política de privacidade estão centradas em interações com empresas, o novo texto prevê a coleta de dados que não estavam presentes na versão anterior do documento, como carga da bateria, operadora de celular, força do sinal da operadora e identificadores do Facebook, Messenger e Instagram que permitem cruzar dados de um mesmo usuário nas três plataformas.

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook

Advertisement

Você pode gostar!

Notícias

MANAUS – Relação extraconjugal e o desvio de R$ 200 mil são os motivos apontados pela Polícia como motivação para a execução do militar...

Brasil

Em vídeo enviado pelo morador que não teve o nome revelado, porém percorreu pela ‘ Baixada do Ambrósio, localizada no Porto de Santana, rua...

Notícias

O Departamento Integrado de Operações Aéreas (DIOA), da Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM), fez um resgate aeromédico no município de Presidente Figueiredo...

Destaque

MANAUS – O empresário Joabson Agostinho Gomes e a esposa dele, Jordana Azevedo Freire são apontados pela Polícia como os mandantes da execução do...