Conecte-se Conosco

Olá, o que procuras?

Polícia

ESTADO PARALELO Facções criminosas tentam controlar ruas na periferia de Manaus


As facções criminosas estão utilizando uma nova prática de ação para tentar controlar as comunidades em Manaus. Bem no estilo dos criminosos das favelas do Rio de Janeiro e São Paulo, integrantes de facções criminosas em Manaus, estão bloqueando ruas para praticar assaltos e impedir o acesso da polícia em vários bairros da capital.


Na última segunda-feira, dia 1º, supostos integrantes de uma dessas facções que agem na cidade, bloquearam a rua Curicas, no bairro Fazendinha, zona Norte de Manaus.


Policiais do 13ª Cicom e com a ajuda de moradores do local, desobstruíram a rua interditada por pedras. Segundo a polícia, a intenção dos suspeitos é dificultar as ações policiais no local.


Mês passado, a polícia já havia recebido denúncia e agiu no bairro de Flores, onde suspeitos de integrarem uma das facções criminosas também bloquearam uma das ruas que dá acesso à avenida Torquato Tapajós, nas proximidades do conjunto Santos Dumont.


ARMAS NAS MÃOS DOS CRIMINOSOS

A polícia também tem apreendido um número considerado de armas de fogo nos últimos, o que demonstra que as facções estão cada vez mais armadas. O número de execuções com requintes de crueldade, como decapitações, esquartejamentos e tortura tem assustado a população do estado.
É visível uma ‘guerra’ entre facções criminosas pelo controle do tráfico de drogas em diversas áreas da cidade e até no interior do estado.


EFEITO ZÉ ROBERTO

No bairro da Compensa, zona Oeste da capital do Amazonas, uma das mais violentas, logo após o principal traficante da área e líder de uma dessas facções, Zé Roberto da Compensa anunciar o abandono do narcotráfico, teve início uma disputa pelo local que tem resultado em ataques e execuções quase todos os dias.


Zé Roberto teria anunciado a um pastor evangélico a saída do submundo do crime e sua conversão à uma denominação evangélica. O anúncio foi feito no primeiro semestre de 2020 e, de lá para cá, a violência na Compensa cresceu assustadoramente.


TRIBUNAL DO CRIME

Agindo como uma espécie de ‘Tribunal de Justiça’ paralelo, o denominado ‘tribunal do crime’ tem agido de forma mais frequente na periferia de Manaus.
Na última terça-feira, 2, polícia da 27ª Cicom, avisados por populares, conseguiram salvar à tempo um casal de adolescentes que estaria sendo ‘castigado’ pelo tribunal de crimes, suspeito de praticar assaltos no bairro Mutirão, zona Norte da capital amazonense.
Os ‘juízes’ estariam espancando o jovem e cortando o cabelo da adolescente quando a polícia chegou. Três suspeitos da agressão foram presos e um conseguiu escapar.


O Tribunal do Crime também usa as redes sociais para mostrar a tortura e dá recado aos moradores de como agem violentamente, para demonstrar o ‘poder’ que tem e como tratam quem desobedecem as ‘regras’ das facções criminosas.

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Manaus:

Facebook

Você pode gostar!

Polícia

Na manhã desta sexta-feira (16/04), a polícia foi acionada com a informação de um corpo ensanguentado jogado em via pública na Comunidade Coliseu, bairro...

Notícias

Robson Carvalho – Sufocada pelas dívidas com contas de águas, energia, aluguel e folha de pagamento dos mais de 40 funcionários, atrasadas, a empresária...

Polícia

Na noite deste domingo (18), um intenso tiroteio que aconteceu entre policiais e traficantes, deixou uma pessoa morta, nas imediações do Sest/Senat, Zona Leste...

Destaque

Por: Secretaria Municipal de Comunicação conteúdo de responsabilidade do anunciante Manaus está entre as localidades que mais avançam na vacinação contra a Covid-19 no...