Conecte-se Conosco

Olá, o que procuras?

Política

EMENDA APROVADA à MP 1010 de Marcelo Ramos evita aumento de energia no Amazonas

Medida Provisória derruba reajuste de 8,5% previsto nas contas de luz no estado

A Medida Provisória no. 1010/2020 apreciada e aprovada, hoje (16/03), na Câmara dos Deputados, que isenta os consumidores dos municípios do estado do Amapá do pagamento da fatura de energia elétrica no período da crise energética no estado, também beneficiará os amazonenses.

É que emenda do vice-presidente da Casa, deputado federal Marcelo Ramos (PL-AM) à MP, acatada pelo relator da matéria, deputado Acácio Favacho (Pros-AP), evitar um aumento de 8,5% nas contas de energia no Amazonas, previsto para este ano. A aprovação se deu quando Ramos presidia a sessão na Câmara.

“Agradeço o compromisso do relator, deputado Acácio Favacho, em oferecer uma solução estruturante não só para o seu estado do Amapá, como de atender as demandas do Pará e do nosso Amazonas”, disse.

Segundo Ramos, as medidas inseridas no texto do relatório, acatadas pelo relator, no entender dele, evitam algo muito grave do ponto de vista social neste momento, que seria o reajuste da energia, fator que desencadearia aumentos sucessivos de muitos custos.

“No momento em que os efeitos sociais e econômicos da pandemia ainda se fazem sentir, apresentamos uma medida que dilui este custo da energia entre os usuários do Brasil, com um aumento irrisório de 0,16, e preserva os amazonenses”, observou Marcelo Ramos, ao encaminhar o voto sim do seu partido, o PL, à MP.

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook

Advertisement

Você pode gostar!

Notícias

Segundo o relato do próprio Emanuel. A gente passou no eldorado na praça do caranguejo e paramos pra comprar minha água tônica, o Júnior...

Notícias

Uma mulher que ainda não foi identificada tirou a vida da própria irmã, na região metropolitana de Manaus, município do Careiro da Várzea, distante...

Polícia

Juliana Alves de 15 anos, foi morta a tiros na frente da mãe no bairro Cidade de Deus, Zona Norte de Manaus. O crime...

Flagrantes da Política

Arthur Neto (PSDB), com 3,5; Coronel Menezes, com 2,1, Omar Aziz com 2,1 e Chico Preto com 0,7 são os nomes mais citados na...