Conecte-se Conosco

Olá, o que procuras?

Brasil

MAR, MAM e Museu do Amanhã fecham por três semanas, no Rio de Janeiro

Diante do agravamento da pandemia de covid-19 no estado do Rio de Janeiro, o Museu de Arte do Rio (MAR), o Museu do Amanhã e o Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro (MAM) decidiram fechar as portas por três semanas a partir de amanhã (22).

Uma nota conjunta assinada pelos diretores dos três museus e publicada nas redes sociais ontem (20) afirma que a medida busca preservar a saúde dos colaboradores e do público e defende que medidas drásticas como o fechamento deveriam ser coordenadas por autoridades públicas.

“Entretanto, como instituições culturais com responsabilidade pública e social, que prezam o conhecimento, a ciência e a vida, não podemos nos omitir de tomar as decisões que nos parecem corretas e necessárias neste grave momento da história do país”, diz o texto, assinado pelo diretor e chefe da Representação da Organização dos Estados Ibero-americanos (OEI) no Brasil, gestora do Museu de Arte do Rio, Raphael Callou, pelo diretor executivo do Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro, Fabio Szwarcwald e pelo diretor presidente do Museu do Amanhã, Ricardo Piquet.

Os museus citam “uma vertiginosa escalada do número de casos da doença nos últimos dias” e “o iminente colapso” dos sistemas de saúde público e privado, enquanto “a imunização segue ao ritmo de conta-gotas, pela conhecida escassez nacional de vacinas”. “O momento exige coragem e bom senso”, afirma o texto.

Isolamento social

O agravamento da pandemia no estado do Rio de Janeiro levou o governador em exercício, Claudio Castro, a proibir a permanência de pessoas em áreas públicas em todo o estado entre 23h e 5h. Neste fim de semana, Castro discute com empresários e prefeitos a antecipação de feriados de abril para março, com o objetivo de reduzir a circulação de pessoas.

O estado atravessa um momento em que aumenta de forma constante a ocupação de leitos de terapia intensiva no Sistema Único de Saúde voltados para pacientes contra covid-19. Segundo o painel de monitoramento do governo do estado, o percentual chegou a 85% ontem, sendo ainda maior na capital, onde atingiu 93% dos 669 leitos disponíveis para pessoas em estado grave.

Fonte: Agência Brasil

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook

Advertisement

Você pode gostar!

Manacapuru

O corpo de uma mulher que não teve a identidade revelada, foi encontrado com marcas de tortura na tarde deste domingo (17), no bairro...

Polícia

Uma mulher suspeita de cometer assaltos na cidade de Manaus, foi pega pela população na zona Sul da cidade, quando se tentava praticar mais...

Notícias

Manaus/AM- Brena Rayssa Pinheiro de Macedo, 28, foi vítima de um homem que ainda não foi identificado, na noite deste domingo (17), no bairro...

ESPECIAL PUBLICITÁRIO

Por: Secretaria Municipal de Comunicação conteúdo de responsabilidade do anunciante Dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) mostram que em todo o...