Conecte-se Conosco

Olá, o que procuras?

Polícia

Polícia diz que Dr. Jairinho praticou sessão de tortura contra Henry semanas antes da morte; mãe foi a salão de beleza após enterro

A Polícia Civil do Rio de Janeiro diz que o vereador Dr. Jairinho teria praticado pelo menos uma sessão de tortura contra o menino Henry Borel, seu enteado, semanas antes da morte da criança. Ainda segundo as investigações, a mãe de Henry, Monique Medeiros, sabia de agressões. Jairinho teria se trancado no quarto do apartamento do casal para bater no menino.

O casal foi preso na manhã desta quinta-feira (8) na casa de parentes de Monique em Bangu, na Zona Oeste do Rio. Segundo os investigadores, a prisão ocorreu porque a mãe de Henry e Jairinho atrapalharam as investigações da morte da criança e ameaçaram testemunhas. Embora o inquérito ainda não tenha sido concluído, a polícia acredita que Henry foi assassinado. Falta esclarecer como o crime foi cometido.

Fonte G1

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Manaus:

Facebook

Você pode gostar!

Polícia

Na manhã desta sexta-feira (16/04), a polícia foi acionada com a informação de um corpo ensanguentado jogado em via pública na Comunidade Coliseu, bairro...

Notícias

Robson Carvalho – Sufocada pelas dívidas com contas de águas, energia, aluguel e folha de pagamento dos mais de 40 funcionários, atrasadas, a empresária...

Polícia

Na noite deste domingo (18), um intenso tiroteio que aconteceu entre policiais e traficantes, deixou uma pessoa morta, nas imediações do Sest/Senat, Zona Leste...

Destaque

Por: Secretaria Municipal de Comunicação conteúdo de responsabilidade do anunciante Manaus está entre as localidades que mais avançam na vacinação contra a Covid-19 no...