Conecte-se Conosco

Olá, o que procuras?

Política

Silas Câmara faz reunião sobre problemas no seguro defeso, mas não convida órgão que representa pescadores

A Confederação Nacional dos Pescadores e Aquicultores (CNPA), que representa mais de 600 mil trabalhadores da pesca no Brasil, não foi convidada a participar de uma audiência pública, na Câmara dos Deputados, que discutirá as dificuldades na liberação do seguro defeso.

A audiência acontece na segunda-feira (14-jun), no plenário 12 da Câmara dos Deputados, em Brasília, e foi solicitada pelo deputado federal Silas Câmara.

Ao invés de convidar a CNPA, que é a instituição que legalmente representa os pescadores brasileiros, o deputado convidou a Confederação Brasileira dos Trabalhadores da Pesca (CBTPA).

O problema é que a CBTPA não tem autorização para representar os pescadores brasileiros, tampouco participar de eventos públicos, como a audiência pública solicitada por Silas Câmara.

No mês passado, a CBTPA perdeu o direito de representar os pescadores, após decisão da juíza Katarina Roberta Brandão, do Tribunal Regional do Trabalho da 10ª Região, em Brasília.

Na decisão judicial, a magistrada confirma que a CBTPA não pode representar os trabalhadores da pesca. Na mesma decisão, a juíza proibiu o presente da CBTPA, Abraão Lincoln, de ser o representante dos pescadores em eventos ou reuniões oficiais.

Na audiência pública de segunda-feira, quem foi convidado para representar os trabalhadores foi Abraão Lincoln, o que é ilegal perante a Justiça.

Procuramos a Confederação Nacional dos Pescadores (CNPA), que é autorizada a falar em nome dos trabalhadores, para saber se ela foi convidada para a audiência pública.

O presidente da CNPA, o pescador amazonense Walzenir Falcão, disse que a instituição não foi convidada pelo deputado Silas Câmara, tampouco pela Comissão de Integração Nacional, Desenvolvimento Regional e da Amazônia (CINDRA) da Câmara Federal.

“Não fomos convidados para a audiência pública”, confirma Walzenir. “É lamentável, pois a CNPA é o único órgão que realmente conhece as dificuldades vividas pelos pescadores brasileiros, além de sermos únicos autorizados a representar os trabalhadores da pesca no Brasil”, concluiu.

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook

Você pode gostar!

Notícias

Uma mulher que ainda não foi identificada tirou a vida da própria irmã, na região metropolitana de Manaus, município do Careiro da Várzea, distante...

Polícia

Macapá- Uma criança identificada como Ana Júlia Pantoja, de 5 anos, morreu no fim da tarde de quarta-feira (15, após levar um tiro na...

Flagrantes da Política

Arthur Neto (PSDB), com 3,5; Coronel Menezes, com 2,1, Omar Aziz com 2,1 e Chico Preto com 0,7 são os nomes mais citados na...

Polícia

Juliana Alves de 15 anos, foi morta a tiros na frente da mãe no bairro Cidade de Deus, Zona Norte de Manaus. O crime...