Conecte-se Conosco

Olá, o que procuras?

Saúde

Prefeitura de Manaus promove debate sobre pré-natal na área rural do município

Com o objetivo de fortalecer ainda mais o apoio às gestantes que moram na zona rural da cidade, a Prefeitura de Manaus participou nesta terça-feira, 22/6, do 1º Fórum de Vinculação do Pré-Natal do Disa Rural. Além de técnicos e gestores da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), o evento contou a participação de representantes da Secretaria de Estado de Saúde (SES). Seguindo as orientações para evitar a disseminação do novo coronavírus, o encontro foi realizado por meio da plataforma Google Meet.

A abertura dos debates foi realizada pelo subsecretário municipal de Gestão da Saúde, Djalma Coelho, que assinalou a importância de unir esforços para dar uma assistência de qualidade às gestantes. “Quando trocamos experiências, passamos a ter uma compreensão mais aprofundada da realidade. Este evento é de fundamental importância, para qualificar nossos atendimentos na assistência ao parto”, pontuou.

Iniciando as atividades, os técnicos do Distrito de Saúde Rural da Semsa fizeram uma apresentação sobre suas formas de atuação nas áreas terrestre, ribeirinha e fluvial. Dados epidemiológicos dessas populações também foram apresentados para possibilitar uma leitura mais aprofundada acerca das realidades dos usuários da zona rural.

“Considerando as peculiaridades da zona rural, este momento é essencial para definirmos como podemos qualificar ainda mais nosso atendimento às gestantes e aos seus filhos”, sintetizou a assistente social Neide Negreiros, que é técnica do Núcleo de Saúde da Mulher da Semsa.

Proposta

Uma proposta em discussão no fórum é o carimbo nas cadernetas das gestantes domiciliadas na zona rural sinalizando seu domicílio, como forma de indicar as particularidades sociodemográficas que a usuária apresenta e, assim, prestar uma assistência com reforço na humanização no período pré e pós-parto.

O webforum contou com a participação dos núcleos de Saúde da Mulher, Saúde do Homem, da Criança, além das áreas de vigilância epidemiológica e de assistência farmacêutica.

Os representantes da SES apresentaram as maternidades que compõem a rede estadual de saúde, sinalizando a unidade que recebe as gestantes de alto risco.

Os serviços da maternidade Dr. Moura Tapajóz, unidade municipal localizada no bairro Compensa, na zona oeste de Manaus, que dispõe de um quarto estruturado para atender as parturientes indígenas que dão entrada naquela unidade hospitalar, também foram apresentados pelos servidores da Semsa.

Djalma Coelho reforçou que os servidores que atuam na assistência ao parto da Semsa recebem cursos de atualização e qualificação de forma constante, para prestar um atendimento que gere impactos positivos na saúde das mulheres e de seus filhos.


Texto – Tânia Brandão / Semsa
Fotos– Divulgação / Semsa

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook

Advertisement

Você pode gostar!

Notícias

Segundo o relato do próprio Emanuel. A gente passou no eldorado na praça do caranguejo e paramos pra comprar minha água tônica, o Júnior...

Notícias

Uma mulher que ainda não foi identificada tirou a vida da própria irmã, na região metropolitana de Manaus, município do Careiro da Várzea, distante...

Polícia

Juliana Alves de 15 anos, foi morta a tiros na frente da mãe no bairro Cidade de Deus, Zona Norte de Manaus. O crime...

Flagrantes da Política

Arthur Neto (PSDB), com 3,5; Coronel Menezes, com 2,1, Omar Aziz com 2,1 e Chico Preto com 0,7 são os nomes mais citados na...