Conecte-se Conosco

Olá, o que procuras?

Notícias

Aleam vai debater soluções para Hospital de Parintins

No sentido de encontrar uma solução para as dificuldades enfrentadas atualmente pelo Hospital Padre Colombo, em Parintins, que suspendeu o atendimento aos pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS), nesta sexta-feira (1), o deputado Tony Medeiros (PSD) propôs uma audiência pública, ainda sem data marcada, que deverá reunir autoridades estaduais, federais, do município de Parintins, assim como a administração do hospital.

Há mais de quarenta anos a unidade de saúde atende a população da cidade de Parintins (a 369 KM de Manaus) e de diversos outros municípios do Baixo Amazonas. É um hospital essencial para toda a região.

De acordo com o deputado Tony Medeiros a audiência é o melhor caminho na busca por soluções para as dificuldades enfrentadas pelo hospital. “Precisamos encontrar uma solução urgente para fazer com que o Padre Colombo volte a atender novamente a população pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Esse é um hospital que atende Parintins e outras cidades vizinhas. Não podemos abrir mão desse atendimento”, disse o deputado.

Diversos são os problemas que afetam o Padre Colombo. Com a pandemia, o outro hospital da cidade, o Jofre Cohen, ficou exclusivo para atendimento aos pacientes com Covid-19. Em março desse ano, Parintins declarou o fim da ‘Emergência Covid-19’. No entanto, o Hospital Padre Colombo continuou como o único a atender todos os pacientes, com qualquer que seja a enfermidade.

A unidade de saúde pertence à Diocese que disponibiliza para o SUS, 100% dos seus leitos hospitalares, os quais são mantidos por convênios dos governos municipal, estadual e federal. O bispo da Diocese de Parintins, dom Giuliano Frigeni, explica que “já são vários meses que o município saiu do período de emergência, mas o Jofre Cohen se mantém de forma exclusiva para atendimentos do novo coronavírus, e atua em pouquíssimos casos clínicos”. “Isso não poderia estar acontecendo”, disse o bispo.

Além da superlotação dos leitos, o Hospital Padre Colombo enfrenta outro problema, a redução no número de funcionários. Alguns deles foram realocados para o Hospital Jofre Cohen, e as mudanças tiveram como consequência a saturação no atendimento aos pacientes da região de todo o Baixo Amazonas. No final de maio de 2021, o hospital perdeu 4 funcionários. Neste período de crise, a unidade hospitalar já chegou a fechar os atendimentos de emergência duas vezes, e registrou superlotação da maternidade.

No início desta semana o Ministério Público do Estado abriu procedimento para investigar denúncia de violência obstétrica e mortes de bebês que teriam ocorrido no hospital.

Diante de tudo isso, o deputado Tony Medeiros resolveu juntar todos os envolvidos na Assembleia Legislativa, por meio de uma audiência pública, para que todas as dificuldades e dúvidas sejam esclarecidas. “Vamos ouvir a todos. Expor as dificuldades, esclarecer dúvidas e buscar, por meio do diálogo, a solução. O importante é que nossos irmãos do interior possam, o mais rápido possível, serem novamente atendidos no hospital”, concluiu o parlamentar.

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook

Advertisement

Você pode gostar!

Notícias

Um vídeo que circula pelas redes sociais, mostra o momento em um suposto assaltante é espancado dentro de uma canoa e logo após é...

Notícias

Manaus/AM – Um detento do regime semiaberto, suspeito de assalto, foi linchado na noite desta segunda-feira (11), na rua São Nicolau do bairro Colônia...

Celebridades

Isabela Brito Guerra foi acusada de se aproveitar da amizade que tinha com o casal para aplicar golpe.

Destaque

Preço do gás de cozinha também sofreu reajuste. Aumento será de 7,2% em cada produto nas distribuidoras. Quem trabalha com transporte reclama do impacto...