Conecte-se Conosco

Olá, o que procuras?

Destaque

Trio é preso suspeito de desviar R$ 600 mil de auxílio emergencial em Presidente Figueiredo

Trio é preso suspeito de desviar R$ 600 mil de auxílio emergencial em Presidente Figueiredo

Três pessoas foram presas, na manhã desta terça-feira (5), suspeitas de desviar cartões de auxílio financeiro emergencial oferecido pela prefeitura de Presidente Figueiredo, no interior do Amazonas. Investigações apontam que o grupo desviou cerca de R$ 600 mil no esquema.

Na manhã desta terça, equipes da 37ª Delegacia Interativa de Polícia (DIP) do município deflagraram a Operação Auxílio Reclusão. Foram cumpridos três mandados de prisão temporária e cinco de busca e apreensão.

Entre os presos, há dois homens, de 59 e 36 anos, e uma mulher de 24 anos.

Conforme o delegado Valdinei Silva, titular da 37ª DIP, a operação foi deflagrada após denúncias anônimas relatarem que os cartões do auxílio emergencial estariam sendo extraviados da Secretaria Municipal de Assistência Social e Cidadania (Semasc) de Presidente Figueiredo, da qual um dos suspeitos era funcionário, e trocados por dinheiro no comércio da cidade.

O delegado informou, ainda, que o benefício oferecido pela prefeitura do município foi criado em fevereiro deste ano, com o objetivo de ajudar financeiramente cerca de 8 mil cidadãos de baixa renda afetados pela pandemia de Covid-19.

“O auxílio pagava três parcelas de R$ 200, por meio de um cartão alimentação. Durante as investigações, constatamos que cerca de mil cartões foram extraviados e seus valores sacados indevidamente. A quantia desviada pode chegar a aproximadamente R$ 600 mil”, contou o delegado.

Os mandados de busca e apreensão foram cumpridos em cinco endereços, sendo as casas dos suspeitos, um supermercado de propriedade de um dos suspeitos, a residência da secretária da Semasc, além da sede do órgão.

As ordens judiciais foram solicitadas à Justiça e decretadas na manhã desta terça-feira (5), pelo juiz Roger Luiz Paz de Almeida, da Vara Única Da Comarca De Presidente Figueiredo.

Os indivíduos irão responder por associação criminosa, furto qualificado, usura pecuniária e peculato e furto. Os três permanecerão custodiados na carceragem da 37ª DIP, à disposição do Poder Judiciário.

Fonte: G1

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook

Advertisement

Você pode gostar!

Manacapuru

O corpo de uma mulher que não teve a identidade revelada, foi encontrado com marcas de tortura na tarde deste domingo (17), no bairro...

Polícia

Uma mulher suspeita de cometer assaltos na cidade de Manaus, foi pega pela população na zona Sul da cidade, quando se tentava praticar mais...

Notícias

Manaus/AM- Brena Rayssa Pinheiro de Macedo, 28, foi vítima de um homem que ainda não foi identificado, na noite deste domingo (17), no bairro...

ESPECIAL PUBLICITÁRIO

Por: Secretaria Municipal de Comunicação conteúdo de responsabilidade do anunciante Dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) mostram que em todo o...