Conecte-se Conosco

Olá, o que procuras?

Destaque

Quadrilha interceptada com 25 mortos em MG tinha armamento ‘de guerra’;

Quadrilha tinha armamento pesado e até roupas camufladas; polícia diz que ‘ação precisa’ revidou ataque a policiais.

Um vídeo divulgado pela Polícia Militar mostra o armamento de guerra apreendido pelas forças policiais junto com a quadrilha que pretendia assaltar bancos no Sul de Minas. Ao todo, 25 suspeitos de pertencerem à quadrilha foram mortos durante confronto com a polícia neste domingo (31).

Conforme a Polícia Militar, os suspeitos tinham uniformes, coletes balísticos, coturnos e roupas camufladas. Além disso, tinham carregadores já municiados e armamentos de todos os calibres, como fuzis, escopetas e também “miguelitos”, usados para furar pneus de viaturas.

A polícia também apreendeu com os suspeitos vários galões de combustível e materiais que seriam usados como explosivos. Segundo a polícia, os suspeitos foram mortos após entrarem em confronto com a polícia.

“Entraram em confronto com os nossos policiais militares e tiveram a resposta devida. A gente quer evitar a todo momento confronto, não vamos aqui comemorar nenhuma morte, isso não é intenção da Polícia Militar de Minas Gerais nem da Polícia Rodoviária Federal, mas sim, uma ação precisa da nossa inteligência, trabalho conjunto da inteligência da PRF. Ações como essa sempre serão pautadas pela legalidade, a gente só fez aqui responder à altura aquele risco que nossos policiais sofreram”, disse a porta-voz da Polícia Militar, Layla Brunnela.

O confronto

Segundo a Polícia Rodoviária Federal, os confrontos com os homens ocorreram em duas abordagens diferentes. Na primeira, os suspeitos atacaram as equipes da PRF e da PM, sendo que 18 deles morreram no local.

Em uma segunda chácara, conforme a PRF, foi encontrada outra parte da quadrilha e neste local, após intensa troca de tiros, sete homens morreram. Uma outra morte chegou a ser confirmada pela polícia horas depois, mas a Polícia Civil afirmou que o número oficial é de 25 mortos.

A Polícia Militar de Varginha revelou que os suspeitos haviam alugado um sítio na cidade para ficarem perto do Batalhão da PM e assim realizarem a ação.

“Foi uma operação conjunta PRF e PM, que resultou em uma apreensão de forte armamento, um grande número de armas de fogo, além também de explosivos, coletes balísticos que eram utilizados por esses infratores. O que temos até agora é que houve essa grande apreensão em que vários criminosos estão sendo socorridos”, explicou a capitão Layla Brunnela da Polícia Militar.

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook

Advertisement

Você pode gostar!

ESPECIAL PUBLICITÁRIO

Por: Secretaria Municipal de Comunicação conteúdo de responsabilidade do anunciante O Em todo o mundo, 79,3 milhões de pessoas foram infectadas com o HIV...

Notícias

A Polícia Civil informou nesta quarta-feira (1°) que apura uma suspeita de estupro dentro de um camarote do rodeio de Jaguariúna (SP). A vítima,...

Notícias

No domingo (5), um vídeo viralizou nas redes sociais onde duas ajudantes do papai Noel e uma outra mulher envolvem em uma briga. Mesmo...

Polícia

Neste domingo (5), um homem identificado como Gênesis Nascimento da Costa, 40 anos, foi executado a tiros em um posto de combustível localizado na...