Conecte-se Conosco

Olá, o que procuras?

Destaque

Prefeitura paga artistas do edital ‘Manaus Faz Cultura’

Os 45 artistas ganhadores do edital “Manaus Faz Cultura” começam a receber nesta quarta-feira, 15/12, o recurso no valor de R$ 20 mil pela Prefeitura de Manaus, por meio do Conselho Municipal de Cultura (Concultura) e Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Eventos (Manauscult), para a execução dos projetos de oficinas artísticas nos bairros, em todas as zonas da cidade.

Até o fim do ano, todos os premiados receberão os valores dos projetos, totalizando R$ 900 mil, e terão a missão de trabalhar para oportunizar treinamentos e realização de oficinas de dança, artes visuais, música, teatro, luteria, vídeo.

O presidente do Concultura, Tenório Telles, informa que o edital “Manaus Faz Cultura” se efetiva neste momento com o repasse dos recursos para os artistas premiados. Os contemplados receberão os valores dos prêmios e já poderão trabalhar nos preparativos para a execução dos seus projetos.

“Dessa forma, se cumpre o projeto do prefeito David Almeida de gerar oportunidades de renda e promover as atividades artísticas em Manaus. As comunidades da periferia e seus artistas serão os principais beneficiados com mais esse projeto da Prefeitura de Manaus”, disse.

Para o diretor presidente da Manauscult, Alonso Oliveira, essa é mais uma ação que faz parte do plano de trabalho do prefeito, para fomentar e impulsionar a classe artística em Manaus. “Esse edital, em especial, vai injetar na cadeia produtiva da cultura R$ 900 mil, oportunizando formação, vivências artísticas e a realização de oficinas dos mais diversos segmentos em todos os bairros da nossa cidade, descentralizando a política cultural”, explicou.

“Os artistas de Manaus foram muito afetados com a pandemia de Covid-19, mas, a partir desse e de outros editais da Manauscult e Concultura, estamos revertendo esse quadro”, finalizou Oliveira.
Este foi um edital realizado em tempo recorde, preparado em setembro, e os ganhadores estão recebendo o dinheiro ainda no mês de dezembro deste ano, tendo como prazo de execução até abril de 2022.

Oficinas
Os projetos têm uma diversidade de segmentos artísticos e estão presentes em todas as zonas da cidade. As turmas têm número reduzido para poder atender às exigências sanitárias preventivas à Covid-19. Uma das turmas, com 12 alunos, vai ter três meses de oficinas de teatro, dança e performance, na zona Norte da cidade.
Outro projeto aprovado no bairro do Coroado, na zona Leste, é dirigido a 32 jovens divididos em duas turmas de 16, entre 11 e 17 anos, que têm interesse em descobrir a dança, tanto balé clássico quanto danças urbanas, e vão receber aulas práticas e teóricas, além de vivência com outros artistas da dança e, ao final, será feita uma apresentação para a comunidade.

Entre as inúmeras ações, uma oficina de Lutheria, para confecção de instrumentos de percussão, será oferecida a 20 jovens da zona Norte que, ao final, vão participar da bateria da escola, e também poderão ser selecionados para os bois-bumbás.

As atividades, que serão proporcionadas pelo edital “Manaus Faz Cultura”, terão repercussão imediata na geração de renda para os artistas, ao mesmo tempo em que oportunizarão a descoberta e a formação de novos talentos artísticos para a cidade de Manaus.


Publicado em – https://bit.ly/3q2x5h0

Texto e fotos – Cristóvão Nonato/Concultura

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook

Advertisement

Você pode gostar!

Notícias

Alinhada ao governo federal, a Federação dos Pescadores, representante legal e legítima da categoria, anunciou na manhã desta segunda-feira, 17, crédito aos pescadores de...

Notícias

O prefeito David Almeida anunciou a contratação de 500 profissionais de saúde para ajudar e tentar controlar o avanço do Covid-19 em Manaus e...

Brasil

Acidente aconteceu nesta quinta-feira, 13, e também atingiu um depósito; segundo a Defesa Civil, a recomendação é que os moradores não passem pela região.

Política

Randolfe Rodrigues sugeriu abertura de novas investigações ao Senado; nas rede sociais, parlamentar afirmou que Augusto Aras estaria entre os convocados.

Publicidade