Conecte-se Conosco

Olá, o que procuras?

Notícias

‘Caso Flávio’ começa com depoimento de sete pessoas

Começou, na manhã de ontem (27), a audiência de instrução do processo que trata sobre o homicídio do engenheiro Flávio Rodrigues dos Santos.

O crime ocorreu em setembro de 2019 e têm como réus José Edvandro Martins de Souza Júnior, Mayc Vinícius Teixeira Parede, Elizeu da Paz de Souza, Alejandro Molina Valeiko e Paola Molina Valeiko.

A primeira oitiva foi com a testemunha sobrevivente Elielton Magno de Menezes, por meio de videochamada. Depois, seis testemunhas de convocadas pelo Ministério Público do Amazonas (Acusação) prestaram depoimentos.

De acordo com o juiz que está a frente da audiência, Celso Souza de Paula, o MP-AM listou oito testemunhas para serem ouvidas nesta terça, mas duas delas não compareceram.

Para o segundo dia de audiência, nesta quarta-feira (28), as oitivas devem iniciar às 9h. Segundo o magistrado, cerca de 25 testemunhas de defesa devem ser ouvidas, além de peritos que atuaram no caso.

A imprensa não teve acesso ao plenário do tribunal. O juiz do caso e da 1.ª Vara do Júri, Celso Souza de Paula, disse a imprensa que não dar nenhuma informação sobre o caso.

Quem são os réus

Alejandro Valeiko; que vai responder por homicídio triplamente qualificado, tentativa de homicídio, omissão penalmente relevante e ocultação de cadáver;

Elizeu da Paz de Souza, policial militar que estava lotado na Casa Militar da Prefeitura de Manaus e, conforme investigações, seria segurança de Alejandro; responde por homicídio triplamente qualificado, fraude processual, tentativa de homicídio e ocultação de cadáver;

Mayc Vinicius Teixeira Parede – que confessou o crime e responde por homicídio triplamente qualificado, tentativa de homicídio e ocultação de cadáver;

Paola Valeiko Molina deve responder por fraude processual.

José Edvandro Martins de Souza Junior; que responde por denúncia caluniosa;

Entenda o caso

O homicídio do engenheiro Flávio Rodrigues dos Santos ocorreu no dia 29 de setembro de 2019, após uma festa na casa de Alejandro Molina Valeiko, filho da primeira dama, Elizabeth Valeiko. Segundo a polícia, os amigos estavam na casa de Alejandro Valeiko bebendo e usando drogas.
De repente, começou uma discussão, seguida de agressões com facas. O engenheiro Flávio dos Santos foi esfaqueado e morreu.

Ainda de acordo com a polícia, Santos foi encontrado morto no bairro Tarumã, no dia seguinte. O local onde estava o corpo fica próximo à casa de Alejandro.

Lutador de MMA, Mayc Parede confessou sua participação no crime ao ser preso em 2019, alegando ser o culpado pelas facadas desferidas na vítima. Ele aparece em vídeos de segurança dando entrada no condomínio onde ocorreu o crime.

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook

Advertisement

Você pode gostar!

Manacapuru

O corpo de uma mulher que não teve a identidade revelada, foi encontrado com marcas de tortura na tarde deste domingo (17), no bairro...

Polícia

Uma mulher suspeita de cometer assaltos na cidade de Manaus, foi pega pela população na zona Sul da cidade, quando se tentava praticar mais...

Notícias

Manaus/AM- Brena Rayssa Pinheiro de Macedo, 28, foi vítima de um homem que ainda não foi identificado, na noite deste domingo (17), no bairro...

ESPECIAL PUBLICITÁRIO

Por: Secretaria Municipal de Comunicação conteúdo de responsabilidade do anunciante Dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) mostram que em todo o...