Conecte-se Conosco

Olá, o que procuras?

Polícia

CIF fecha dez estabelecimentos que desrespeitaram o decreto governamental neste final de semana

Entre a noite de sexta-feira (20/08) e a madrugada deste domingo (22/08), os agentes da Central Integrada de Fiscalização (CIF) fecharam dez estabelecimentos que descumpriam o decreto governamental com medidas de prevenção da Covid-19. Ainda durante as fiscalizações, cinco foram autuados. Ao todo, 16 estabelecimentos foram vistoriados em todas as zonas de Manaus.

Na avenida Parintins, bairro Cachoeirinha, o Kalifa Lounge Bar foi autuado pelos fiscais da Vigilância Sanitária Municipal (Visa Manaus) por promover aglomeração e por funcionar com pista de dança. E o Corpo de Bombeiros do Amazonas (CBMAM) notificou o estabelecimento por não apresentar equipamentos de proteção contra incêndio.

A delegada responsável pela CIF de sexta-feira, Deborah Souza, explicou que todos os seis estabelecimentos vistoriados na noite de sexta-feira não estavam cumprindo o decreto. “Esses locais não estavam respeitando o decreto, todos estavam com aglomeração de pessoas, não tinha distanciamento social e sem uso de máscara, eles foram autuados e receberam multas”, explicou.

O Central Park, no centro, recebeu autuação da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semmas) por obstrução de fiscalização e, também, porque não havia os documentos obrigatórios como bar e restaurante.

Na zona leste, o boteco Tomaki foi autuado pela Semmas e no local havia grande aglomeração de pessoas. Os estabelecimentos Barola Society e Baixada Fluminense, tiveram suas atividades encerradas com a chegada da CIF.

Na noite de sábado, os estabelecimentos Samba Funk do Vegas e a festa Casa de Praia no Murilo Rayol, foram encerradas pela CIF. Na rua Manoel Belém, no bairro Cidade Nova, um bar clandestino foi autuado pela Visa Manaus por realizar evento em período de suspensão.

Os estabelecimentos Un Ba Sushi Bar, Bar Amarelinho, Divino Restrobar e Salomé Bar receberam apenas orientação.

Denúncias – Delações referentes a estabelecimentos comerciais ou festas clandestinas, que descumprem decreto governamental ou apresentem outras irregularidades, podem ser feitas ao 190 ou ao 181, o disque-denúncia da SSP-AM.

Efetivo ampliado – Por determinação do secretário de segurança pública do Amazonas, general Mansur, a CIF teve o efetivo ampliado e hoje conta com 35 agentes, entre policiais militares, policiais civis, bombeiros militares, policiais da Secretaria Executiva-Adjunta de Operações (Seaop), da Secretaria de Segurança Pública (SSP-AM), além de agentes da Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas Dra. Rosemary Costa Pinto (FVS-RCP), Vigilância Sanitária Municipal (Visa Manaus) e Instituto de Defesa do Consumidor (Procon-AM).

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook

Advertisement

Você pode gostar!

ESPECIAL PUBLICITÁRIO

Por: Secretaria Municipal de Comunicação conteúdo de responsabilidade do anunciante O Em todo o mundo, 79,3 milhões de pessoas foram infectadas com o HIV...

Notícias

No domingo (5), um vídeo viralizou nas redes sociais onde duas ajudantes do papai Noel e uma outra mulher envolvem em uma briga. Mesmo...

Notícias

A Polícia Civil informou nesta quarta-feira (1°) que apura uma suspeita de estupro dentro de um camarote do rodeio de Jaguariúna (SP). A vítima,...

Polícia

Neste domingo (5), um homem identificado como Gênesis Nascimento da Costa, 40 anos, foi executado a tiros em um posto de combustível localizado na...