Conecte-se Conosco

Olá, o que procuras?

Flagrantes da Política

William Alemão associa insegurança à falta de emprego e pede mais investimentos em Manaus

Preocupado com a onda de violência cada vez mais crescente, em todos os níveis, o vereador William Alemão (Cidadania) voltou a pedir mais investimentos para a geração de emprego e renda na capital amazonense. Durante o pronunciamento desta terça-feira (14/9), na Câmara Municipal de Manaus (CMM), ele associou a insegurança nas ruas, provocada por assaltos e até sequestros, à necessidade de medidas urgentes voltadas para o desenvolvimento econômico e, consequentemente, para a retomada efetiva da economia local.

Alemão ressaltou que o assunto tem sido tratado com grande atenção na casa legislativa, desde o último mês de fevereiro, justamente para evitar que o problema – que já era grave no decorrer da pandemia – se alastre e traga mais prejuízos, tanto para os empresários quanto para a própria população.

O parlamentar propôs que a prefeitura e o governo criem políticas públicas mais efetivas, sugeriu a liberação imediata dos recursos e a desburocratização dos processos, principalmente aqueles que geram trabalho e renda diretos aos manauaras.

“Na prerrogativa de estar como vereador de Manaus, quero pedir ao prefeito e ao governador que utilizem os recursos que possuem nos cofres públicos, para gerar emprego na cidade. A insegurança é grande, estamos vivendo uma verdadeira guerra. Ainda ontem, um rapaz de 20 anos foi preso e admitiu ter matado mais de 24 pessoas. Não é só colocar mais policiais ou armar a guarda municipal, precisamos de políticas públicas voltadas para a geração de emprego e renda, porque senão Manaus vai ficar muito pior do que a nossa vizinha Venezuela”, comparou.

William Alemão reconheceu o esforço dos executivos em realizar ações como as de enfrentamento à pandemia e à própria enchente (que foi recorde este ano), mas considerou que o trabalho pode ir mais além, com propostas concretas que mantenham os negócios em pleno funcionamento e atraiam novos investimentos para Manaus.

“Eu peço aqui ao prefeito e ao governador que enxerguem essa realidade. Não é só fazer auxílio emergencial, precisamos de uma política séria; isso é prioridade. A enchente passou, o rio já está descendo, a Covid diminuiu, por isso temos que gerar emprego. Quantos dias forem preciso, eu vou subir aqui nessa tribuna para falar sobre a questão, pedir, fazer propostas de leis e indicações, na perspectiva de que isso aconteça”, afirmou.

Entraves
De acordo com o vereador, um dos maiores entraves nesse sentido é a burocracia, que acaba por prejudicar setores importantes como a construção civil. Alemão revelou que tem tentado se reunir com secretários municipais para mostrar o escopo de um projeto que trouxe da viagem que fez recentemente ao sul do país, com o objetivo de apontar caminhos, mas não tem sido recebido pelos mesmos.

“Nós precisamos de gestores sérios nas secretarias, que façam com que as mesmas funcionem. Temos centenas de obras paralisadas, porque não têm autorização para continuar. Trouxemos um espelho de projeto de lei que pode ser adaptado em Manaus, mas sequer tenho conseguido acesso às secretarias para mostrá-lo. Mostrei para um secretário, mas não tenho resposta”, lamentou.

Erros
William Alemão é o atual presidente da Comissão de Turismo da CMM, além de fazer parte da Comissão de Segurança da casa. E, como tal, utilizou o pronunciamento desta terça-feira para combater o crime e a violência, e defender o desenvolvimento econômico, inclusive, citando erros cometidos por administrações passadas em relação ao assunto.

“Há situações de processos na construção civil que demoram um ano para ser concluídos. Tivemos o caso de uma secretaria que perdeu o direito de dar a licença municipal, porque o mesmo (processo) foi concluído e foi apontado que a mesma não tinha a capacidade de fiscalizar. Isso foi no ano passado. Tem que dar celeridade, pois uma obra com 20 ou 30 trabalhadores muda a realidade de toda uma região, leva dinheiro para o bairro, para o colégio, para todo canto. Sem falar na quantidade de empresários que poderiam estar em Manaus ampliando os negócios, não somente em supermercados e drogarias, que são os que mais cresceram na cidade, mas em todo o restante, que precisa desse olhar, desse incentivo”, sintetizou William Alemão.

Texto: Assessoria de Comunicação do vereador
Fotos: Robervaldo Rocha – Dircom/CMM

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook

Advertisement

Você pode gostar!

Notícias

Segundo o relato do próprio Emanuel. A gente passou no eldorado na praça do caranguejo e paramos pra comprar minha água tônica, o Júnior...

Notícias

Uma mulher que ainda não foi identificada tirou a vida da própria irmã, na região metropolitana de Manaus, município do Careiro da Várzea, distante...

Polícia

Juliana Alves de 15 anos, foi morta a tiros na frente da mãe no bairro Cidade de Deus, Zona Norte de Manaus. O crime...

Flagrantes da Política

Arthur Neto (PSDB), com 3,5; Coronel Menezes, com 2,1, Omar Aziz com 2,1 e Chico Preto com 0,7 são os nomes mais citados na...