Conecte-se Conosco

Olá, o que procuras?

Destaque

Após aumento de preços, gasolina chega a R$ 6,29 em postos de Manaus

Preço do gás de cozinha também sofreu reajuste. Aumento será de 7,2% em cada produto nas distribuidoras. Quem trabalha com transporte reclama do impacto dos preços do combustível no faturamento.

Após a Petrobras anunciar, na sexta-feira (8), o reajuste de 7,2% no preço da gasolina e do gás de cozinha (GLP) para as suas distribuidoras, consumidores já notaram o aumento do preço neste sábado (9) em Manaus. Nos postos da capital, o preço do litro de combustível, que era encontrado a R$ 5,99, passou para R$ 6,29 em média.

O motorista de aplicativo Jacimar da Silva, de 37 anos, trabalha há três anos na área e afirmou que, com as constantes mudanças no preço da gasolina, teve até que fazer adaptações no orçamento de casa.

“A gente depende diretamente do valor do combustível, porque esse valor está um absurdo de caro. Toda semana tem um aumento e as plataformas que usamos não aumentam os valores das corridas”, afirmou. “Tenho três filhas em casa para criar e tive que readaptar o dinheiro que ganho com aplicativo”, conta.

“Hoje em dia, a gasolina leva a metade do meu faturamento diário, se continuar aumentando a gasolina daqui a pouco vai levar a parte maior parte e, com isso, nossa categoria vai defasar”, ressalta.

Mototaxista há 11 anos, quem também sente os efeitos do aumento de preços é José Souza, que teve que utilizar estratégias como corridas agendadas para obter mais lucro no trabalho.

“O preço da gasolina afeta o custo de vida de toda a categoria. Desde o início do meu trabalho como mototaxista, a maioria das minhas corridas continuam o mesmo preço. Eu tento não passar esse valor para os clientes”, disse Souza.

“Os aumentos me afetaram muito no dia a dia. A gente não sabe nem como vai ser daqui pra frente”.

Aumento nas refinarias

Conforme o anúncio da Petrobras, o preço médio da gasolina nas refinarias passou de R$ 2,78 para R$ 2,98 por litro, refletindo reajuste médio de R$ 0,20 por litro. Para o GLP, o preço médio passará de R$ 3,60 para R$ 3,86 por kg, equivalente a R$ 50,15 por botijão de 13kg, refletindo reajuste médio de R$ 0,26 por kg.

De acordo com os dados do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) divulgados nesta sexta-feira pelo IBGE, no acumulado nos últimos 12 meses até setembro, a gasolina subiu 39,6% no país e o gás de botijão avançou 34,67%.

Em nota, a Petrobras atribui as altas à “elevação nos patamares internacionais de preços de petróleo, impactados pela oferta limitada frente ao crescimento da demanda mundial, e da taxa de câmbio”. E afirma que vinha evitando o “repasse imediato” da volatilidade para os preços internos – segundo a empresa, a gasolina estava há 58 dias sem aumento nas refinarias e o gás de cozinha, 95 dias.

Fonte: G1 AM

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook

Advertisement

Você pode gostar!

Manacapuru

O corpo de uma mulher que não teve a identidade revelada, foi encontrado com marcas de tortura na tarde deste domingo (17), no bairro...

Polícia

Uma mulher suspeita de cometer assaltos na cidade de Manaus, foi pega pela população na zona Sul da cidade, quando se tentava praticar mais...

Notícias

Manaus/AM- Brena Rayssa Pinheiro de Macedo, 28, foi vítima de um homem que ainda não foi identificado, na noite deste domingo (17), no bairro...

ESPECIAL PUBLICITÁRIO

Por: Secretaria Municipal de Comunicação conteúdo de responsabilidade do anunciante Dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) mostram que em todo o...