Conecte-se Conosco

Olá, o que procuras?

Notícias

Mais 39.780 doses de vacina contra a Covid-19 são entregues ao Governo do Amazonas

O Governo do Amazonas recebeu um novo carregamento de vacinas contra a Covid-19, na noite de ontem (07/10), enviadas pelo Ministério da Saúde (MS), por meio do Programa Nacional de Imunização (PNI). O novo lote conta com 39.780 doses da vacina Pfizer/BioNTech.

A remessa das vacinas chegou a Manaus a bordo do vôo 4785 da empresa Latam, que pousou no Aeroporto Internacional Eduardo Gomes por volta das 23h25. O desembarque foi acompanhado por profissionais da Fundação de Vigilância e Saúde – Dra Rosemary Costa Pinto (FVS-RCP).

Com escolta da Polícia Federal, a carga foi transportada para armazenamento na Fundação Hospitalar de Hematologia e Hemoterapia do Amazonas (Hemoam), local que oferece acondicionamento da vacina em freezer científico, com temperaturas a -86ºC.

Vacinômetro – Segundo a Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas Dra. Rosemary Costa Pinto (FVS-RCP), os dados parciais do Programa Nacional de Imunização apontam que 4.156.996 doses foram aplicadas em todo o estado até esta sexta-feira (08/10), sendo 2.553.616 de primeira dose, 1.537.804 de segunda dose, 49.627 com dose única e 15.949 de terceira dose (dose de reforço). A informação está disponível no site da FVS-RCP – www.fvs.am.gov.br.

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook

Advertisement

Você pode gostar!

ESPECIAL PUBLICITÁRIO

Por: Secretaria Municipal de Comunicação conteúdo de responsabilidade do anunciante Dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) mostram que em todo o...

Polícia

Manaus/AM – A Polícia Federal deflagra na manhã desta quarta-feira (20), a Operação Vikare, que tem como alvo uma organização criminosa ligada ao tráfico...

Polícia

Equipe policial foi acionada por populares sobre suspeitos tentando assaltar um estabelecimento comercial.

Economia

Ministro da Economia afirma que falta da reforma do Imposto de Renda impede benefício permanente e que fonte de financiamento ainda não está definida.