Conecte-se Conosco

Olá, o que procuras?

Saúde

Instituição de enfermagem do Amazonas recebe atestado de sustentabilidade por boas práticas sociais e ambientais

A Associação Segeam (Sustentabilidade, Empreendedorismo e Gestão em Saúde do Amazonas) deu mais um passo importante, no último sábado, 23 de outubro, ao receber, das mãos do professor Takashi Yamauchi, embaixador do terceiro setor no Brasil, o Atestado de Sustentabilidade, uma espécie de reconhecimento concedido pela organização Simasa da Amazônia, pelo desenvolvimento de projetos voltados à responsabilidade social e ambiental, e por atender a uma série de leis e normas vigentes na área.

A presidente da Segeam, enfermeira estomaterapeuta Karina Barros, destaca que a Associação tem como um de seus preceitos, a sustentabilidade e a preservação ambiental. Apesar de ser uma organização voltada à área da saúde, a Segeam, criada em Manaus, cidade fincada no coração da Amazônia, tem se esforçado para transmitir a colaboradores e à sociedade em geral, seus valores e diretrizes, reconhecendo a importância de desenvolver um trabalho ético e transparente, construído a muitas mãos, através de um processo de colaboração mútua.

“Somos uma das poucas instituições a receber esse atestado no Brasil. Por isso, nos sentimos orgulhosos em contribuir com uma pauta tão importante em nível mundial”, frisou. O atestado é concedido a organizações que atendem às seguintes leis e normas: Resolução CFC (Conselho Federal de Contabilidade), de nº 1.003/04, a qual aprova a Norma Brasileira de Contabilidade (NBC) T 15, permitindo a geração de balanços socioambientais; o Decreto Federal nº 7.746/12, o qual regulamenta o artigo 3º, da Lei nº 8.666 (Lei de Licitações), estabelecendo critérios e práticas para a promoção do desenvolvimento nacional sustentável nas contratações realizadas pela administração; e a Lei Federal 12.187/09, que institui a Política Nacional sobre Mudança do Clima.

A superintendente da Segeam, Eliane Calderaro, lembra que a Associação Segeam está em constante processo de aperfeiçoamento de suas equipes e processos. “Atualmente, estamos nos adequando para a aquisição de certificações importantes, como a ISSO 9001 e a Qmentum”, explicou. A primeira tem como foco a melhoria na qualidade da gestão na organização. Já a segunda, é concedida pela IQG – Health Services Accreditation, instituição situada em São Paulo (SP), e que confirma as boas práticas de gestão e de assistência transparentes e seguras, igualadas a padrões de excelência executados em nível internacional.

“Somos uma das maiores prestadoras de serviços de saúde ao SUS (Sistema Único de Saúde) no Amazonas, um estado de dimensões continentais, composto por uma diversidade única. Com as certificações de qualidade, atestando que estamos no caminho certo, reforçaremos o status de referência em enfermagem, o que nos permitirá, por exemplo, expandir a atuação do nosso corpo técnico para outras regiões brasileiras”, destacou Karina Barros.

Simasa

Criada em 2011 para monitorar as ações sociais e ambientais das organizações, especialmente na região amazônica, a Simasa da Amazônia é uma organização que, junto a outras instituições, compõem uma aliança estratégica em vários estados.

Licenciados pelo Apoio Brasil (Instituto de Fomento e Apoio ao Terceiro Setor) e seu departamento Apto (Centro de Difusão de Estudos do Terceiro Setor com sede em São Paulo), a organização visa estimular as boas práticas das organizações sociais e melhorar a qualidade de vida nas comunidades com a aplicação mais eficiente dos recursos nas ações sociais e ambientais.

Além disso, atua juntos a instituições, para promover a implementação de programas de responsabilidade social e redução de custos tributários.

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook

Advertisement

Você pode gostar!

Polícia

O cabelereiro Dayene João de Araújo Barbosa, 38 anos, foi morto a tiros na noite deste domingo (21), na Rua Santa Helena, bairro Zumbi,...

Brasil

Segundo a Comissão de Direitos Humanos da OAB-RJ, agentes teriam depredado o local e feito pichações com referências à milícia.

Economia

As autoridades alfandegárias da China disseram nesta terça-feira (23) que aceitarão pedidos de importação de carne bovina brasileira que tenha recebido certificado sanitário antes...

Tabatinga

Ao todo, o atual Governo destinou, entre obras concluídas e em execução, R$ 36,7 milhões para infraestrutura do município.