Conecte-se Conosco

Olá, o que procuras?

Flagrantes da Política

SUSPEITO DA MORTE de jovem indígena em ônibus é preso em Manaus

Um homem, de identidade ainda não identificada, foi preso por policiais militares da Força Tática do Amazonas, na noite desta sexta-feira, 17, no bairro Tarumã, na zona Oeste de Manaus, suspeito de participar do latrocínio do indígena Melquisedeque Santos de Vale, de 20 anos, brutalmente assassinado com um tiro na cabeça, na noite de quinta-feira, 16, durante um assalto a um ônibus do transporte público, na capital amazonense.

De acordo com o tenente-coronel da Força Tática Eddie César, o suspeito declarou participação no crime, mas os outros dois envolvidos no latrocínio seguem foragidos. “Ele declarou a participação, mas os detalhes cabem à Polícia Civil”, disse o policial ao site Imediato, sem prestar mais informações. A prisão do homem também foi confirmada pelo novo comandante-geral da Polícia Militar, Marcus Vinicius Almeida, empossado nessa quinta-feira, 16.

Operação integral
A prisão ocorreu após uma operação integrada das forças de segurança pública do Amazonas, determinada pelo governador Wilson Lima, com o objetivo de capturar os suspeitos do assassinato do indígena. O secretário de Segurança Pública do Estado (SSP-AM), general Carlos Alberto Mansur, ordenou a deflagração da ação por volta das 14h desta sexta-feira, 17.

A operação estava planejada para acontecer ao longo de toda esta sexta-feira, 17, e deve permanecer, de forma integral, até a prisão de todos os envolvidos no caso, que gerou alta repercussão no Amazonas e mobilizou amigos e familiares do jovem a pedirem por Justiça.

O caso
Melquisedeque, do povo Sateré-Mawé, voltava para casa no ônibus da linha 444, na noite dessa quinta-feira, 16, com um panetone que tinha acabado de ganhar do grupo Bemol, onde trabalhava, quando foi assassinado com um tiro na cabeça durante um assalto ao veículo, na capital amazonense. O rapaz era jovem aprendiz na empresa.

Testemunhas afirmaram que três homens armados anunciaram um assalto ao ônibus da linha 444, na Avenida Torquato Tapajós. Os suspeitos mandaram que o ônibus fosse desviado para a Avenida Santos Dumont, no bairro Tarumã, na zona Oeste da cidade. Mesmo não reagindo ao crime, Melquisedeque acabou sendo baleado na cabeça durante a fuga dos suspeitos.

Foto: Ricardo Oliveiros

FONTE: AGÊNCIA CENARIUM

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook

Advertisement

Você pode gostar!

Notícias

Alinhada ao governo federal, a Federação dos Pescadores, representante legal e legítima da categoria, anunciou na manhã desta segunda-feira, 17, crédito aos pescadores de...

Notícias

O prefeito David Almeida anunciou a contratação de 500 profissionais de saúde para ajudar e tentar controlar o avanço do Covid-19 em Manaus e...

Brasil

Acidente aconteceu nesta quinta-feira, 13, e também atingiu um depósito; segundo a Defesa Civil, a recomendação é que os moradores não passem pela região.

Política

Randolfe Rodrigues sugeriu abertura de novas investigações ao Senado; nas rede sociais, parlamentar afirmou que Augusto Aras estaria entre os convocados.

Publicidade